Mação | Câmara aprova acordo de cooperação com Filarmónica União Maçaense

A Câmara Municipal de Mação aprovou por unanimidade a celebração de acordo de cooperação com a Sociedade Filarmónica União Maçaense, por forma a clarificar e protocolar os apoios concedidos pela autarquia. O subsídio vai passar a 10 mil euros por ano para apoiar o desenvolvimento da atividade da escola de música da SFUM.

PUB

Segundo Vasco Estrela, na última reunião pública do ano, realizada a 26 de dezembro, este acordo de cooperação serve para “clarificar e pôr tudo preto no branco quanto aos apoios dados pela autarquia à Sociedade Filarmónica União Maçaense”.

O autarca lembrou que a SFUM está a desenvolver atividade diferente, contendo a escola de música, o que representa outros encargos.

PUB

Assim pretende-se “protocolar os apoios dados, com os direitos e obrigações da SFUM para com o município”, sendo que o subsídio “subirá de cerca de 6500 euros para 10 mil euros por ano”, garantindo o desenvolver das atividades regulares, e nomeadamente quanto à nova atividade da escola de música.

“Fica claro que, deixando de haver escola de música, a situação terá de ser revista”, notou Vasco Estrela, lembrando que a Câmara Municipal “está a contribuir de forma significativa para haver mais esta oferta musical e cultural no concelho”.

O autarca disse ainda que se trata de um apoio muito similar com o praticado por outras Câmaras Municipais dos arredores.

A escola de música conta com cerca de 25 alunos, e a autarquia diz haver garantia de não existir sobreposição com o Conservatório de Música Firmação

Este acordo foi aprovado por unanimidade, com apresentação de declaração de voto do vereador Nuno Barreta (PS), lembrando que devem ser tidas em conta as recomendações do Revisor Oficial de Contas e que este acordo mereceria parecer prévio do departamento jurídico.

PUB
PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).