Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mação | Bicentenária Feira dos Santos traz de volta as cores e sabores de outono à vila

A Feira dos Santos, que se realiza em Mação desde 1800, faz-se este ano toda ao ar livre, entre o Largo do Matadouro, onde estarão os vendedores de cereais, e o Largo da Feira, junto ao Museu e GNR, com a feira franca.

A 1 de novembro, Dia de Todos os Santos, Mação volta a cumprir umas das suas tradições com o regresso às ruas da vila de mais uma edição da Feira dos Santos, um certame com 221 anos. O evento – que não se realizou em 2020 devido à pandemia – atrai visitantes de toda a região, oferecendo uma grande variedade de produtos, que vão dos cereais, aos hortofrutícolas, utensílios de cozinha, jardinagem ou agricultura e é costume haver produtos típicos da gastronomia local, nomeadamente bolos e broas da época. Não faltarão nas bancas os variados frutos secos e seus derivados, a fazer jus às cores, aromas e sabores de outono. E, quem sabe, o centro histórico não seja invadido pelo cheiro a castanhas assadas.

- Publicidade -

Depois de deliberação em reunião de executivo camarário esta terça-feira, eis que a Feira dos Santos está de volta a Mação, mas adaptada aos novos tempos, ainda de pandemia.

Segundo a autarquia não será feita reconstituição histórica, nem Feira de Artesanato, duas iniciativas complementares que eram promovidas pelo município desde 2000. “Esta decisão prende-se com o facto de serem espaços mais fechados, que promovem alguma aglomeração de pessoas. No espaço da Reconstituição Histórica acresce o facto de ser um local onde se concentram muitas crianças, que participam nesta iniciativa, sendo as crianças e jovens aqueles que agora requerem mais atenção por causa da covid-19”, pode ler-se em comunicado da autarquia.

- Publicidade -

Quanto à participação de vendedores e feirantes no certame, a Câmara Municipal informa que apesar de não existir tenda montada no Largo dos Combatentes, nem organização dos espaços pela autarquia, os interessados em ter um espaço na Feira “deverão fazer como todos os outros, requerendo a respetiva licença para o efeito”.

Feira dos Santos, Mação. Foto: CM Mação

A Feira dos Santos faz-se este ano entre o Largo do Matadouro, onde estarão os vendedores de cereais, e o Largo da Feira, junto ao Museu e GNR, com a feira franca.

A Feira dos Santos foi criada em 1800 sendo, por isso, a mais antiga do concelho e uma das mais conhecidas da região, sobretudo pela variedade de produtos que oferece. Foi criada pela provada falta que fazia a Mação e aos concelhos vizinhos. Afirmou-se de tal forma que, mais de dois séculos depois, continua a ser uma das maiores e a sua realização uma das mais ansiadas.

A Câmara Municipal de Mação deixa, porém, o alerta para que “não se promovam grandes ajuntamentos e que se respeitem as normas de segurança em vigência” referentes à pandemia de covid-19.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome