Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Novembro 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Mação | Agrupamento de Escolas comemora Dia Mundial da Oliveira

A Associação de Produtores de Azeite da Beira Interior (APABI), em colaboração com a Câmara Municipal de Mação e o Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, comemoram esta segunda-feira, dia 20, o Dia Mundial da Oliveira, levando a cabo um conjunto de atividades simbólicas. A iniciativa tem início às 10h00, na EB2,3/S de Mação – Agrupamento de Escolas Verde Horizonte.

- Publicidade -

A marcar o início destas comemorações, pelas 10h00, os alunos do 6º ano, delegados das turmas de 5º ano e coordenadores de Departamento, irão proceder à plantação de um olival pedagógico, com cerca de 70 oliveiras e que terá uma particularidade especial: os alunos darão o seu nome à oliveira que plantarem, enquanto aquelas que forem plantadas pelos Coordenadores terão o nome do Departamento que representam.

Outras atividades marcam a manhã, com atuação do Grupo de Danças urbanas, coordenado por Eva Patrício, pelas 11h15, e com hastear da Bandeira Verde, pelas 11h30, com coordenação de Ilda Dias.

- Publicidade -

Depois de Almoço, pelas 14h45, terá lugar no auditório do agrupamento de escolas, um workshop de Olivicultura e Produção de azeite para os alunos que plantaram as oliveiras na parte da manhã.

Segundo a autarquia, parceiro nesta iniciativa, este momento é simbólico e pretende marcar a reflorestação do concelho de Mação, e terá igualmente o objetivo de dar a conhecer às crianças e jovens o seu passado, apadrinhando o “Olival que renascerá das cinzas”, e que o restante público-alvo (crianças, professores, técnicos agrários e público em geral) recordem as suas tradições, a sua história e os seus costumes, termina a nota de imprensa.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome