Mação | ‘À Conversa com’ Padre Amândio Mateus na Igreja Matriz

O próximo convidado da iniciativa “À Conversa com…”, esta sexta-feira, é Amândio Mateus, pároco de Mação. O tema serão os Azulejos da Igreja Matriz, dando a conhecer a história e o simbolismo dos mesmos. Desse modo, a ação sairá do auditório e terá lugar na Igreja Matriz de Mação, às 21h00.

PUB

A Matriz de Mação é um edifício concluído em 1597 mas, em meados do século XVII, as paredes foram cobertas de azulejos com características de painéis atapetados com padrões repetitivos. Os azulejos de padrão policromado, cobrem as paredes na zona dos altares colaterais e laterais e o interior da nave central, enquadrando pequenos quadros devocionais. Já no século XX a Igreja sofreu várias intervenções ao nível dos muros, dos azulejos, colunas, capelas e  sacristias.

“À Conversa com…” é, como o nome indica, um espaço de conversa e de partilha de histórias, informações, aspetos interessantes sobre Mação ou temas que interessem aos Munícipes e que decorre na última sexta-feira de cada mês, às 21h00, no Auditório do CC Elvino Pereira. Este mês terá lugar, excecionalmente, na Igreja Matriz.

PUB
PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).