- Publicidade -

Mação | 12 alunos apurados para fase intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura

Foram apurados os 12 alunos do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte que vão representar Mação na Fase Intermunicipal do 14º Concurso Nacional de Leitura. Após a fase municipal, que decorreu online devido à situação de pandemia no dia 3 de março, foram escolhidos os representantes entre o total de 26 alunos participantes do 1º ao ensino secundário.

- Publicidade -

Os alunos apurados foram: 1º ciclo – Benedita Raimundo, Francisca Vítor, Francisco Brito; 2º ciclo – Ana Rita Claro, Beatriz Barreta e Miguel Fernandes: 3º ciclo – Gustavo Santos, Jéssica Moucho e Martim Estrela. No ensino secundário foram apurados Beatriz Aparício, Margarida Saramago e Saul Santos.

A fase municipal decorreu dividida em quatro videochamadas, uma para cada ciclo de estudos, contando com participação de júri que pontuou cada prestação, refere a autarquia em nota de imprensa. O júri foi composto por Margarida Lopes, António Bento e Vera Dias António, com acompanhamento de Ana Paula Ferreira, Coordenadora Interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares.

- Publicidade -

A fase municipal foi organizada pela Câmara Municipal de Mação, em parceria com o Agrupamento de Escolas Verde Horizonte e a Rede de Bibliotecas Escolares, com o intuito de “motivar e incentivar os seus alunos à leitura”.

Durante a iniciativa a Coordenadora da Biblioteca Municipal de Mação, Rosário Wahnon, transmitiu aos jovens que passaram à próxima fase “que não será mais difícil, nem menos fácil, é um concurso de leitura, algo que fazem bem, pelo que só têm que ler”, refere o município em nota de imprensa, deixando votos de boa sorte e boas leituras para a próxima fase do concurso.

Refira-se que o Concurso Nacional de Leitura de 2020/2021 tem como objetivo central estimular o gosto e o prazer da leitura para melhorar o domínio da língua portuguesa, a compreensão e os hábitos de leitura.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).