Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Leiria-Fátima | Escuteiros têm novo chefe regional

Vítor Faria é o novo chefe regional dos escuteiros de Leiria-Fátima. A tomada de posse das novas equipas da Junta Regional e Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional de Leiria-Fátima, para o triénio 2017-2020, realizou-se a 30 de Junho, numa cerimónia precedida da celebração da Eucaristia, presidida pelo diocese de Leiria-Fátima, D. António Marto.

- Publicidade -

O novo responsável, do agrupamento 1136 de Carvide, sucede a Pedro Ascenso e assume a chefia da Junta Regional auxiliado por Pedro Simões, chefe regional adjunto, e por seis secretários regionais, cujas funções se estendem desde a formação de adultos à gestão e administração financeira, passando pela ação educativa, entre outras responsabilidades.

Entra também em funções o Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional, presidido por Carla Carreira, auxiliada por José Moreira (vice-presidente) e Elsa Afonso (secretária), dirigente do Agrupamento de escuteiros de Minde.

- Publicidade -

Na tomada de posse, o novo chefe regional deixou clara a missão: “O desenvolvimento integral das crianças e jovens, o nosso contributo para a sua formação e crescimento, como cidadãos mais capazes e ativos do amanhã”, concretizado através do método escutista.

“Deixar o mundo um pouco melhor realiza-se em pequenos retalhos de vida, pequenos gestos e atitudes. É um projeto que começa em cada um, mas que precisa de encontrar eco e motivação” , alertou Vítor Faria. O futuro constrói-se na unidade dos 34 agrupamentos da região, tendo em conta a “herança do passado”, as “vivências e aprendizagens” e com os “sonhos” que projetam o escutismo para tempos vindouros.

Região renovada
A Junta Regional atualizou a sua designação, passando a denominar-se Região de Leiria-Fátima, desde 30 de junho. A alteração visa ser uma aproximação ao nome da diocese, também Leiria-Fátima, desde 1984.

A alteração foi feita agora, na sequência da aprovação em Conselho Regional e da avaliação por parte da Junta Central.

“Será mais uma oportunidade para nos aproximarmos também da mensagem de Fátima e sermos reconhecidos em Portugal e em todo o mundo pela nossa proximidade e relação com Fátima”, assume a Junta Regional já que a alteração se verifica no ano do centenário das Aparições e depois de 92 anos de existência. Atualmente a Região possui um efetivo de 2.700 escuteiros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here