Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Legislativas | Ana Sofia Ligeiro escolhida pela distrital de Santarém do BE para liderar lista

A distrital de Santarém do Bloco de Esquerda (BE) escolheu a geógrafa Ana Sofia Ligeiro para liderar a lista do partido pelo círculo eleitoral de Santarém às eleições legislativas marcadas para 30 de janeiro de 2022.

- Publicidade -

Em comunicado, Carlos Matias, da distrital bloquista e ex-deputado eleito por Santarém, deu conta que, na votação realizada no sábado, o plenário distrital escolheu “por larga maioria” Ana Sofia Ligeiro, que recebeu 74 votos (62%), enquanto a atual deputada Fabíola Cardoso teve 44 votos (38%), havendo ainda um voto nulo.

“Agora, no próximo dia 28, a Mesa Nacional do Bloco decidirá se acolhe a vontade do BE distrital, ratificando o nome de Ana Sofia Ligeiro, ou se, como em 2019, imporá a candidata derrotada”, declarou Carlos Matias.

- Publicidade -

Na escolha dos candidatos para as legislativas de 2019, Matias condenou a “intromissão” dos órgãos nacionais, que impuseram o nome de Fabíola Cardoso, contrariando a indicação da distrital, que havia votado maioritariamente no até aí deputado Carlos Matias (2015-2019).

Catarina Martins abraça Fabíola Cardoso, atual deputada do BE eleita por Santarém. Foto arquivo: Paula Nunes

Geógrafa com especialização em Estudos Ambientais, Ana Sofia Ligeiro é pós-graduada em Gestão e Conservação da Natureza, e em Geografia Física, Ambiente e Ordenamento do Território. É funcionária autárquica na Câmara Municipal da Chamusca na área do ordenamento do território, planeamento e sistemas de informação geográfica. Preside à direção da Associação de Defesa e Valorização do Património Natural e Cultural da Região de Torres Novas. É ainda dirigente nacional, distrital e concelhia do Bloco de Esquerda.

Em consequência a lista proposta pela Assembleia Distrital de aderentes do Bloco de Esquerda aos órgãos nacionais é constituída pelos seguintes elementos: Ana Sofia Ligeiro, Sandrina Espiridião, Paulo Marques, Luís Gomes, Conceição Anjos, Henrique Leal, Maria da Luz Lopes, Tiago Carvalho, Joana Patrício, Jorge Silva, Inês Marques, Francisco Colaço, Micaela Morgado e Miguel Oliveira.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome