Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Julho 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Jovens de Fátima querem ser Designers e Engenheiros: “Ter emprego também conta”

Na sua 16ª edição, a Semana das Profissões do Colégio do Sagrado Coração de Maria trouxe esta semana a Fátima um conjunto de profissionais de várias áreas para falar sobre emprego e empregabilidade. Entre os jovens há setores profissionais que continuam a ter mais fama, mas sobressai a necessidade de alcançar um posto de trabalho finalizados os estudos. As sessões foram direcionadas aos jovens do 9º ano, último ano lecionado nesta escola de ensino cooperativo, no momento em que têm que escolher qual a área a enveredar no ensino secundário.

- Publicidade -

 “Se souber que um cliente está a mentir, como reage?”; “Já usou a sua arma de fogo contra alguém?”; “Como consegue ter tanta criatividade para escrever notícias?”. As perguntas são feitas a medo, com sorrisos envergonhados mas também algum desembaraço e curiosidade. Cerca de 40 alunos compareceram à sessão de quinta-feira, dia 5, onde o mediotejo.net também se fez representar. Um advogado, um sargento da GNR, uma psicóloga e uma engenheira química compunham este painel.

Cativar nem sempre é fácil, o advogado Eugénio Lucas trouxe a toga utilizada em tribunal e expôs de forma dinâmica como procede um profissional na defesa do seu cliente. Já o Sargento Nuno Jorge mostrou um vídeo onde eram apresentadas as diversas competências da GNR. As apresentações estimularam as perguntas, algumas mais atrevidas que outras, querendo os jovens conhecer as particularidades das profissões.

- Publicidade -

Para Carla Reis, 14 anos, a Semana foi produtiva. “As pessoas conseguem cativar para as profissões e melhorar a nossa perspetiva”, revela, comentando que a apresentação de um Designer na segunda-feira a deixou bastante indecisa. “Conseguiu cativar-me”, revela. Sobre a sessão daquele dia comenta que “não sabia que um advogado não tinha horários e no jornalismo não sabia que era preciso fotografar”.

Para a psicóloga educacional do Colégio, Ana Filipa Borralho, o objetivo da Semana é “dar a conhecer o quotidiano dos profissionais aos alunos do 9º ano”, de forma a que possam conhecer melhor certas profissões. Ser professor ou educador de infância são áreas mais presentes para estes jovens, mas “uma engenharia química ou uma gestão é muito abstrato”.

“O objetivo é ajudar a fazer a opção”, salienta. Até porque nem sempre os jovens de 14/15 anos têm as suas escolhas bem definidas nesta fase, em que já têm que optar entre quatro áreas de estudo. “Depende da maturidade dos alunos, do seu desenvolvimento emocional, uma série de coisas que acabam por contribuir”, constata.

A psicóloga refere que nota grande interesse pelas Artes, nomeadamente o Design que é bastante abrangente, as engenharias, a informática e a saúde. A empregabilidade também conta, razão porque muitos optam pela área de ciências e tecnologia. “Esta semana só é possível graças à colaboração generosa dos profissionais. Agradecemos a disponibilidade que tem sido demonstrada por todos quantos tem vindo a participar”.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome

- Publicidade -