Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Jornadas para dar a conhecer origem de Gualdim Pais envolvem cinco municípios

A personalidade do monge-guerreiro Gualdim Pais vai ser “apresentada e enaltecida” numas jornadas que envolvem cinco municípios e visam dar a conhecer a “verdadeira” origem daquele cavaleiro Templário, foi hoje anunciado.

- Publicidade -

Apresentadas hoje em conferência de imprensa, em Barcelos, as Jornadas Gualdinianas vão decorrer entre 22 de setembro e 20 de outubro, envolvendo os municípios de Barcelos, Braga, Coimbra, Tomar e Vila Verde e vão ter conferências, palestras, o lançamento de um livro, teatro e visitas guiadas a espaços culturais.

O objetivo, esclareceu a vice-presidente do município de Barcelos, Armandina Saleiro, é, a propósito dos 900 anos do nascimento de Gualdim Pais, “enaltecer” a figura do monge-guerreiro de Portugal, tendo como ponto de partida a discussão sobre a verdadeira origem do primeiro Mestre da Ordem do Templo português, nomeado por Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal.

- Publicidade -

“Este é um programa que envolve cinco municípios, [são] umas jornadas que pretendem voltar a trazer a questão para o meio científico sobre a verdadeira origem de Gualdim Pais. Pretende-se abanar as águas e mostrar que a História não é estática, é dinâmica”, esclareceu Armandina Saleiro.

A naturalidade de Gualdim Pais é atribuída ao município de Amares, no distrito de Braga, mas historiadores defendem, tendo por base documentos que serão apresentados e discutidos naquelas jornadas, que a origem do monge-guerreiro é Barcelos.

O programa começa dia 21 em Barcelos, com a representação do drama histórico “O Fronteiro Deus – A vida Heroica de Gualdim Pais”, da autoria de Fernando Pinheiro, que será levada a palco pela Nova Comédia Bracarense.

No dia 22, ainda em Barcelos, será feito uma visita ao Lugar de Mereces, em Barcelinhos, às ruínas do Castelo de Faria, seguindo-se uma conferencia que apresentará Gualdim Pais – Um Herói Barcelense, por António Afonso, com o dia a terminar com uma nova subida a palco da Nova Comédia Bracarense.

Alias, salientou a vereadora da Cultura de Braga, Lídia Dias, um dos “traços marcantes” desta iniciativa será a apresentação “em todos os concelhos por onde vão passar as jornadas do livro ‘O Fronteiro Deus – A vida Heroica de Gualdim Pais’, da autoria de Fernando Pinheiro”.

Dia 29 a vida de Gualdim Pais será celebrada em Braga, com visitas à Braga Templária, uma eucaristia, conferências e nova a peça teatral já assinalada.

De Braga, as jornadas passam para Coimbra, a 06 de outubro, onde haverá uma visita ao Mosteiro de Santa Cruz. A 13 de outubro o programa estende-se para Tomar, com uma visita ao túmulo de Gualdim Pais e à Igreja de Santa Maria dos Olivais.

Vila Verde recebe a última etapa das jornadas Gualdinianas, com visita às marcas dos Templários no município e conferências, terminando com nova apresentação da obra “O Fronteiro Deus – A vida Heroica de Gualdim Pais”.

Um dos “grandes feitos” de Gualdim Pais, Magister Templi, foi a dedicação durante 40 anos à edificação e restauração de castelos e fortalezas para defesa da linha de fronteira, quer com Leão, quer com o “perigo muçulmano” a Sul.

O monge-guerreiro terá morrido a 13 de outubro de 1195, estando sepultado na Igreja de Santa Maria dos Olivais, templo que o próprio construiu a partir das ruínas de uma antiga abadia beneditina e se tornou no primeiro panteão dos mestres templários portugueses.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome