Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Agosto 2, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Jantar debate “Atividade Empresarial em Mação, desafios e oportunidades”.

A Associação Comercial e Empresarial (ACE) dos concelhos de Abrantes, Constância, Sardoal, Mação e Vila de Rei vai realizar em Mação, terça-feira, dia 31 de maio, um jantar debate subordinado ao tema “Atividade Empresarial em Mação: desafios e oportunidades”.

- Publicidade -

Este será o terceiro de um ciclo de debates que têm como objetivo discutir o posicionamento e as perspetivas de futuro para as empresas da região e conta com a presença de diversas personalidades representativas do tecido empresarial e das instituições com responsabilidades locais.

Debater para informar e melhor perceber as oportunidades e constrangimentos do presente e do futuro da região é o objetivo deste debate que vai contar com a presença do presidente da Câmara Municipal de Mação, Vasco Estrela, bem como de responsáveis associativos, e outras entidades, como António Louro, presidente da Direção da Aflomação, Augusto Nogueira, Coordenador da ETL do Pinhal Maior, Joaquim Dias, Industrial de Charcutaria em Mação, e Joaquim Serras – Presidente da Direção da ACE.

- Publicidade -

O jantar debate terá lugar no dia 31 de maio, pelas 20:00, no Restaurante Casa Mansinho, em Mação.

A moderação do debate estará a cargo de António Paulo – Presidente da Mesa da Assembleia Geral da ACE e empresário em Abrantes.

Os interessados em participar deverão efetuar a sua inscrição na Associação Comercial e Empresarial dos concelhos de Abrantes, Constância, Sardoal, Mação e Vila de Rei.

 

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome