Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Julho 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Intermarché ofereceu cinco equipamentos de proteção aos Bombeiros de Tomar

O quartel dos Bombeiros de Tomar acolheu esta segunda-feira a cerimónia de entrega de cinco equipamentos de proteção individual de combate a incêndios florestais oferecidos pelo Intermarché. A iniciativa contou com a presença da presidente da Câmara Municipal, Anabela Freitas, do dono do Intermarché de Tomar, Rui Boto, e do comandante dos Bombeiros, Carlos Gonçalves.

- Publicidade -

Rui Boto afirmou na ocasião que a iniciativa “enche de orgulho o grupo Os Mosqueteiros”, a que pertence, pelo apoio aos bombeiros num ano em que o país foi particularmente massacrado pelos incêndios.

Carlos Gonçalves, comandante dos bombeiros de Tomar, por sua vez, sublinhou a importância destes equipamentos que podem fazer a diferença no combate às chamas, evitando queimaduras e mesmo a morte dos operacionais no terreno.

- Publicidade -

A autarca Anabela Freitas frisou igualmente a relevância da oferta, agradecendo ao Intermarché não apenas este gesto mas toda a colaboração que tem vindo a dar ao Município nas áreas da cultura e do desporto.

Os cinco equipamentos oferecidos são constituídos cada um por bota florestal, luvas, cógula, fato de protecção (calças e dólman), capacete e sweatshirt. Resultam de uma campanha nacional do grupo Os Mosqueteiros, feita com base nas vendas do livro “As profissões de um bombeiro” e que permitiram angariar 500 equipamentos que foram entregues a 100 corporações de todo o país.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome