Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Instituto Politécnico de Tomar tem 500 vagas para acesso ao ensino superior

A primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior arranca hoje com mais de 52 mil vagas disponíveis em cerca dez mil cursos. As Escolas de Tecnologia e de Gestão de Tomar e a Escola de Tecnologia de Abrantes somam um total 500 vagas para o ano letivo 2021/2022.

- Publicidade -

Entre hoje e 20 de agosto, os finalistas do secundário podem candidatar-se na primeira fase do concurso em que os lugares disponíveis aumentaram pelo sexto ano consecutivo, depois de, no ano passado, o concurso nacional de acesso ao ensino superior ter registado o maior número de candidatos das últimas duas décadas.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior divulgou há uma semana o número de vagas de acesso ao ensino superior para o ano letivo 2021-2022. Ao contrário do que aconteceu a nível nacional, no caso do Instituto Politécnico de Tomar registou-se um ligeiro decréscimo do número de vagas em relação ao ano letivo anterior. Baixou de 510 para 500 o número de vagas nas três escolas superiores, duas em Tomar e uma em Abrantes. É um decréscimo de 2%, com menos dez vagas em comparação com o ano passado, quando em 2020 tinha registado um aumento de 10 vagas.

- Publicidade -

Verifica-se um ajustamento do número de vagas que tem a ver com a procura dos cursos. Alguns vão poder receber mais alunos, enquanto outros viram diminuir as vagas.

Na Escola Superior de Gestão de Tomar, os cursos de Contabilidade, Gestão de Empresas e Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional terão menos vagas no próximo ano letivo (ver tabela).

Em contrapartida, há quatro cursos na Escola Superior de Tecnologia de Tomar que vão poder receber mais alunos.

Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA). Foto: DR

Na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, a redução do número de vagas é residual, apenas três. São 15 os cursos (licenciaturas) que funcionam no IPT, 11 em Tomar e quatro em Abrantes.

À semelhança dos anos anteriores, a candidatura é feita ‘online’, através do ‘site’ da Direção-Geral do Ensino Superior (http://www.dges.gov.pt), onde também se pode pedir a senha necessária para realizar a candidatura ao ensino superior.

Nesta mesma página é possível ter acesso a toda a informação sobre cursos disponíveis, vagas e condições de acesso.

Este ano, os alunos também podem aceder ao sistema de candidatura utilizando a autenticação com o cartão de cidadão ou chave móvel digital.

Os resultados da 1.ª fase do concurso deverão ser conhecidos em 27 de setembro.

Instituto Politécnico de Tomar. Foto: DR

A nível nacional, para o ano letivo 2021-2022 existem 52 963 vagas, o que representa um aumento de dois por cento em comparação com o número de vagas iniciais disponibilizadas no ano anterior. Verifica-se um aumento do número de vagas nas áreas de formação de competências digitais.

A primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público decorre entre 6 e 20 de agosto.

Instituto Politécnico de Tomar 

Escola Superior de Gestão de Tomar

Curso

Vagas 2021

Vagas 2020

Nota último colocado 2020

Contabilidade

20

25

114,5

Gestão de Empresas

40

50

106,0

Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional

30

35

120,0

Turismo e Gestão do Património Cultural

35

35

112,3

Total

125

145

 

 

Escola Superior de Tecnologia de Tomar

Curso

Vagas 2021

Vagas 2020

Nota último colocado 2020

Engenharia Electrotécnica e de Computadores

40

40

121,7

Engenharia Informática

60

60

112,3

Conservação e Restauro

33

30

121,2

Design e Tecnologia das Artes Gráficas

50

47

117,3

Fotografia

33

31

117,7

Tecnologia Química

25

25

132,4

Gestão da Edificação e Obras

25

20

Total

266

253

 

 

Escola Superior de Tecnologia de Abrantes

Curso

Vagas 2021

Vagas 2020

Nota último colocado 2020

Comunicação Social

32

35

110,0

Engenharia Mecânica

25

25

Informática e Tecnologias Multimédia

30

30

121,2

Cinema Documental

22

22

110,9

Total

109

112

 

 

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome