- Publicidade -

Quarta-feira, Janeiro 26, 2022
- Publicidade -

Incêndios/Mação | O inferno continua à solta e ameaça agora a vila, São Miguel/Chãs e Ortiga

O incêndio que lavra com intensidade no concelho de Mação entrou na vila na tarde desta quinta-feira, 17 de agosto, cerca das 17:00, com projecções a provocarem focos de incêndio no centro da sede de concelho, nomeadamente num terreno com sobreiros junto ao edifício do Tribunal, e num outro junto ao restaurante O Pescador, junto a algumas urbanizações.

- Publicidade -

Uma situação que, de acordo com os testemunhos recolhidos no local, já não acontecia desde o incêndio de 2003. Foram os próprios populares que começaram a apagar o fogo antes da chegada dos bombeiros e dos meios aéreos evitando que o mesmo se alastrasse ao centro da vila.

O presidente da Câmara de Mação, Vasco Estrela, mostrava-se preocupado com a dimensão das chamas que se viam a partir do Posto de Comando Operacional, instalado junto ao Museu de Arte Pré-Histórica de Mação.

- Publicidade -

“Há uma frente em São Miguel – Chãs que nos está a dar muitas preocupações porque estão a ficar perto de habitações. As chamas estão praticamente dentro da vila de Mação. Hoje ardeu dentro da vila, literalmente”, disse o autarca, cerca das 20:00, que não arrisca fazer previsões para a noite que se prevê longa uma vez que “as experiências negativas já são muitas”.

c/CLAUDIA GAMEIRO

Vasco Estrela, presidente da CM Mação: “o concelho está destruído”, Foto: mediotejo.net
- Publicidade -

A evacuação do Lar da Ortiga esteve equacionada durante a tarde mas não foi concretizada porque não havia perigo eminente para os utentes que estão todos bem. As principais dificuldades no combatem às chamas prendem-se, segundo o autarca, com vários factores desde a falta de meios, ao vento e à enormidade do fogo, refere que esta vai ser mais uma noite em claro.

Veja os vídeos:

 

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome