Quarta-feira, Fevereiro 24, 2021
- Publicidade -

Incêndios | PCP quer medidas de reposição “eficazes e atempadas” em Mação (C/VIDEO)

O deputado do PCP, António Filipe, defendeu hoje em Mação a implementação de “medidas de reposição eficazes e atempadas” por parte do Governo, num concelho que tem sido duramente fustigado pelos incêndios.

- Publicidade -

António Filipe esteve reunido na manhã desta sexta-feira, dia 26 de julho, em Mação, com o presidente da autarquia local, Vasco Estrela (PSD), com o objetivo de tomar conhecimento da situação no terreno, da resposta dada, dos problemas e das necessidades urgentes da população do concelho de Mação.

“Quis fazer um ponto de situação relativamente às consequências dos incêndios e as medidas que devem ser tomadas para repor tanto quanto possível a situação, tendo em conta até que Mação foi dos concelhos mais vitimados pelos incêndios de há dois anos e teve até de recorrer à justiça para que lhe fosse reconhecida situação idêntica a outros municípios”, disse o eleito ao mediotejo.net.

- Publicidade -

“Vamos acompanhar e questionar o Governo sobre os compromissos que vai tomar hoje aqui, esperando que Mação não tenha de recorrer novamente à justiça e que as medidas de reposição sejam eficazes e atempadas”, disse o deputado comunista.

Mação – Deputado António Filipe (PCP) de visita ao concelho, tendo reunido com o executivo municipal para se inteirar do que se passou no terreno durante o incêndio que entrou em Cardigos, devastando cerca de 6 mil hectares daquela que era a floresta que restava dos incêndios de 2017.

Publicado por mediotejo.net em Sexta-feira, 26 de julho de 2019

Em nota de imprensa, o PCP refere que “os dramáticos acontecimentos que se vão sucedendo ilustram as vulnerabilidades estruturais que décadas de política de direita, protagonizadas por PS, PSD e CDS, impuseram ao País, nos planos energético, do ordenamento, demográfico, de infraestruturas, alimentar e de serviços públicos”.

PCP quer medidas de reposição “eficazes e atempadas” em Mação. Foto: mediotejo.net

“O PCP insiste que defender a Floresta e o mundo rural, para lá da garantia do seu ordenamento e da aposta, com rendimentos para os proprietários, nas espécies autóctones, exige emprego, serviços públicos, investimento público e preços justos à produção agrícola e florestal”, e exige outra política agroflorestal, uma PAC compatível com a agricultura familiar e o mundo rural do minifúndio, um efetivo desenvolvimento regional com investimento na atividade agrícola e florestal, e noutras atividades económicas”, conclui.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).