Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Incêndios | Mais de meia centena de concelhos em risco máximo

Mais de meia centena de concelhos de Portugal continental estão hoje em risco máximo de incêndio, sobretudo no Algarve e no interior Norte e Centro do país, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

- Publicidade -

No Alentejo, Odemira é o único concelho colocado em risco máximo de incêndio. Este risco máximo estende-se a vários concelhos nos distritos de Faro, Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Leiria, Coimbra, Viseu, Guarda e Bragança.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o “reduzido” e o “máximo”.

- Publicidade -

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Fogo dominado em Samora Correia, Arrouquelas e Alcanenede, Alcanena em combate

O incêndio que lavrava desde as 13:08 de sábado na freguesia de Samora Correia (Pancas), no concelho de Benavente, foi dominado, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

“O fogo foi dominado às 04:27”, disse a mesma fonte. O incêndio em Samora Correia estava a ser combatido cerca das 10:00 de hoje, domingo, por 134 bombeiros e 48 viaturas, segundo a página oficial da Proteção Civil.

Por volta das 01:20 a “estrada nacional 118 foi reaberta”, afirmou à Lusa fonte da GNR, acrescentando já não existir qualquer condicionamento na estrada nacional 119 e no Itinerário Complementar 3 (IC3), na freguesia de Samora Correia, concelho de Benavente.

Em Alcanede, também foi dado como dominado o incêndio que lavra desde as 15:15 de sábado. No local, às 10:00 deste domingo, ainda combatiam as chamas 196 operacionais apeados por 63 viaturas.

Em Arrouquelas, Rio Maior, o incêndio que lavra desde as 14.20 de sábado está em fase de rescaldo, ainda com 27 operacionais no terreno, apoiados por 9 veículos.

Esta manhã, às 09:49, deflagrou um incêndio em Monsanto, Alcanena. Às 10:00, as chamas estavam a ser combatidas por 29 bombeiros apoiados por seis viaturas.

C/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome