Incêndios | Fogo em Fontes, Abrantes, entra em fase de resolução

Quase 400 bombeiros e 10 meios aéreos combatem fogo com três frentes em Fontes, Abrantes. Foto arquivo: DR

21:00 – O incêndio que deflagrou hoje à tarde em zona florestal em Fontes, concelho de Abrantes, entrou em fase de resolução às 20:57, segundo a página da Proteção Civil.

PUB

As chamas, que lavraram com muita intensidade desde as 14:19 e que chegaram a ter quatro setores ativos, foi combatido por mais de 400 bombeiros e 10 meios aéreos, tendo causado ferimentos em dois operacionais, disse à Lusa o Comandante Filipe Regueira, da Proteção Civil de Santarém.

“Um bombeiro foi socorrido por exaustão e inalação de fumo e um sapador florestal foi assistido por trauma num membro superior”, disse.

PUB

Segundo aquele operacional do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, com a retirada dos 10 meios aéreos que estiveram a operar até cerca das 20:30, decorre agora a fase de consolidação do incêndio com o apoio dos cerca de 400 bombeiros que se mantêm no terreno, 123 viaturas e três máquinas de rasto, sendo o aumento da humidade relativa um aliado para a resolução total do fogo.

“Com o aumento da humidade relativa e com os meios que estão no terreno, contamos ter o fogo em conclusão durante a noite”, perspetivou.

PUB

Segundo a página da internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o incêndio começou às 14:19 na freguesia de Fontes, em povoamento florestal, e às 18:15 estava a ser combatido por 396 bombeiros, apoiados 123 viaturas.

Incêndio em Fontes entrou em fase de resolução às 20:57. Foto: DR

18:00 – O incêndio que deflagrou hoje à tarde em Fontes, no concelho de Abrantes, está a lavrar com “bastante intensidade”, com três frentes ativas, e é combatido por 394 bombeiros, apoiados por 112 viaturas e 10 meios aéreos.

“O incêndio está a desenrolar-se em três frentes, arde com bastante intensidade, e a cabeça do fogo segue em direção a São Domingos sem, para já, qualquer perspetiva que coloque habitações em perigo”, disse o comandante Filipe Regueira, do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Segundo a mesma fonte, cerca das 18:00, as chamas “lavram em meio florestal e em vales encaixados, com difícil acesso a meios terrestres de combate”, contando os 394 operacionais no terreno com o apoio de 112 viaturas e 10 meios aéreos.

“Em trânsito estão, ainda, dois grupos de combate do distrito de Lisboa”, acrescentou, tendo sublinhado a “importância dos meios aéreos no contexto deste teatro de operações” e onde o objetivo é tentar debelar as chamas “antes do cair da noite”, altura em que os meios aéreos recolhem.

Segundo a página online da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o incêndio principiou às 14:19 na freguesia de Fontes, em povoamento florestal, e às 18:15 estava a ser combatido por 394 bombeiros, apoiados 112 viaturas e 10 meios aéreos.

Quase 400 operacionais combatem chamas em Fontes, Abrantes. Foto: DR

16:00 – Mais de 270 bombeiros apoiados por dezenas de viaturas e nove meios aéreos estão a combater esta tarde um incêndio que lavra com grande intensidade em zona de floresta em Fontes, concelho de Abrantes.

António Manuel Jesus, comandante dos Bombeiros Voluntários de Abrantes, disse, cerca das 16:00, que o incêndio está a lavrar “com muita intensidade” que “não há habitações em perigo” e que “mais meios estão a caminho” daquela freguesia do concelho de Abrantes, composta em grande parte por povoamento florestal.

A presidente da Junta de Freguesia de Fontes, Sónia Alagoa, presente no local, disse ao mediotejo.net que está a acompanhar o evoluir das chamas junto de populares perto da Igreja da localidade, ao cimo da aldeia, de onde se avista muito fumo mas também muitos aviões e muitos bombeiros no combate.

“Estão aqui muito bombeiros, não há casas em perigo, e as chamas estão em zona florestal, numa zona muito densa de pinhal”, disse a autarca.

Segundo a página online da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o incêndio principiou às 14:19 na freguesia de Fontes, em povoamento florestal, e às 16:00 estava a ser combatido por 277 bombeiros, apoiados 77 viaturas e nove meios aéreos.

C/LUSA

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here