Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Maio 11, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Incêndios | Fogo de Vila de Rei dado como dominado

O incêndio que afetou o concelho de Vila de Rei foi esta manhã dado como dominado, disse ao mediotejo.net o Comandante Operacional Municipal de Proteção Civil (COMPC) Sérgio Francisco.

- Publicidade -

“Todo o perímetro do incêndio foi dado como dominado e os meios continuam no local para consolidar, vigiar eventuais reacendimentos e trabalhos de rescaldo”, sendo que os mais de 100 habitantes evacuados de cerca de 15 aldeias desde domingo “já começaram a regressar às suas casas”, disse aquele responsável.

O fogo de Vila de Rei teve origem no incêndio de Ferreira do Zêzere, no distrito de Santarém, que deflagrou na sexta-feira. No domingo, a ANPC decidiu criar uma ocorrência específica quando o fogo se dividiu e uma das frentes progrediu para Vila de Rei. Daqui, por sua vez, atingiu uma pequena parte dos concelhos de Mação (Chão de Lopes) e Sardoal (Codes), situações também em fase de rescaldo.

- Publicidade -

Questionado sobre a zona turística do Penedo Furado, o COMPC de Vila de Rei disse que a zona da praia fluvial “foi das zonas afetadas com mais violência mas não ardeu totalmente. As infraestruturas não foram afetadas e a praia fluvial pode funcionar com normalidade”, referiu.

O incêndio em Vila de Rei foi considerado dominado por volta das 11:00, mantendo-se apenas ativo o fogo que começou em Castelo Branco e que afeta o concelho do Fundão, informou à agência Lusa, por sua vez, a adjunta de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar.

Patrícia Gaspar sublinhou que “é muito provável” surgirem reativações, mantendo-se todo o dispositivo pronto no terreno.

“O incêndio precisa de ser todo ele consolidado, que é um perímetro vasto e com zonas, às vezes, com acessos complicados”, notou a adjunta de operações da ANPC.

“Fruto das condições meteorológicas expectáveis para a tarde, há a máxima atenção e todo o dispositivo está no terreno, que as reativações são prováveis”, vincou, sublinhando que o mesmo acontece nas restantes ocorrências também dominadas “ao longo das últimas horas”.

De acordo com a página da Proteção Civil, o incêndio de Vila de Rei mobilizava, às 12:00, 790 operacionais, 220 veículos e dez meios aéreos.

C/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome