- Publicidade -
Quarta-feira, Janeiro 19, 2022
- Publicidade -

Incêndios | Fogo de Ortiga dominado, preocupações em Cardigos, Carvoeiro e Mação (C/VIDEO)

O incêndio que deflagrou em Ortiga, Mação, às 11:30 desta terça-feira, foi dominado pelos bombeiros mas um pouco por todo o concelho há várias aldeias a serem “tocadas” pelas chamas e a terem necessidade de serem evacuadas pela GNR com apoio de diversas ambulâncias, situação que tem ocorrido sem cessar desde domingo, num constante vai vém.

- Publicidade -

Os focos de incêndio mais preocupantes, às 14:00, centravam-se em Mantela, Mação, na União de Freguesias de Mação, Aboboreira e Penhascoso, com as chamas a dirigirem-se para a A23, no sentido de Portalegre, e em Cardigos e Carvoeiro, onde o fogo lavra com grande intensidade e com meia dúzia de aldeias na linha de fogo.

O incêndio de Ortiga, que começou junto à estação ferroviária da localidade, chegou a preocupar os bombeiros mas o apoio de populares revelou-se decisivo para o sucesso no combate ao mesmo. Temeu-se que o incêndio chegasse a entrar em Abrantes, via Mouriscas, o que não chegou a suceder.

- Publicidade -

Marisa Rito, secretária da Junta de Freguesia de Ortiga, disse ao mediotejo.net que o fogo “começou junto a um poste, no meio de propriedade florestal, e ardeu junto à fábrica de pimentão”, tendo feito notar que “a ajuda dos populares foi fundamental”

Com o incêndio controlado, os principais meios já regressaram para Carvoeiro onde a situação é preocupante, com mais aldeias cercadas, e o fogo a passar junto ao lar que tem abrigado a população, essencialmente idosa. Em Ortiga ainda está um meio aéreo a apoiar no rescaldo, com o apoio de alguns bombeiros e populares. As férias jovens nas piscinas foram canceladas, para o abastecimento dos meios de combate.

- Publicidade -

Na conferência de imprensa realizada hoje após a reunião do Centro de Coordenação Operacional Nacional, o comandante da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) adiantou que o incêndio de Mação, que começou há quase dois dias no concelho da Sertã, mobiliza 1.041 operacionais, apoiados por 326 viaturas e nove meios aéreos nacionais e dois de Espanha.

Rui Esteves adiantou que os 135 habitantes retirados na segunda-feira das aldeias do concelho de Mação estão no centro Desportivo de Carvoeiro e só regressam às suas localidades quando estiverem reunidas as condições de segurança.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome