Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Novembro 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Incêndios | Fogo de Mação alastra com grande violência a Belver, Gavião

As chamas provenientes do incêndio de Mação, no distrito de Santarém, alastraram à freguesia de Belver, concelho de Gavião, distrito de Portalegre, onde a situação é muito complicada e o fogo ameaça duas aldeias.

- Publicidade -

“O incêndio veio do Rosmaninhal, em Mação, e entrou na freguesia de Belver com muita violência e está a dirigir-se para as aldeias de Arriacha Fundeira e Torres”, disse à agência Lusa a presidente da junta de freguesia local, Martina Jesus.

“O vento está muito forte, a mudar sempre de direção, e com grandes projeções das chamas”, disse a autarca de Belver, freguesia que no final de julho já havia sido atingida pelas chamas provenientes de um outro incêndio de Mação, e que devastou, então, “cerca de 5 mil hectares da freguesia, quase 80% do território”.

- Publicidade -

Albufeira da barragem de Belver, Gavião. Foto: DR

Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara de Gavião, José Pio, relatou que a situação é “muito complicada”, uma vez que o incêndio está a aproximar-se das aldeias de Torre Cimeira e Torre Fundeira.

De acordo com o autarca, o incêndio passou a ponte da ribeira de Eiras e está neste momento a progredir no terreno “com uma violência verdadeiramente infernal”.

José Pio acrescentou ainda que a “próxima hora” vai ser “crucial” para decidir se avançam com o plano de evacuação das populações das duas aldeias, que contam com cerca de 150 habitantes.

Consultada a página da Proteção Civil, esta ocorrência não aparece registada devido a estar ligada ao incêndio de Mação, onde, cerca das 19:00, combatiam as chamas 859 operacionais, apoiados por 257 viaturas e 12 meios aéreos.

Albufeira da barragem de Belver. Foto: DR

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome