PUB

Incêndios | Exército mobilizou 112 militares para apoiar combate a fogo em Abrantes

O Exército anunciou hoje que tem no terreno 112 militares a apoiar o combate ao incêndio que lavra no concelho de Abrantes, e 27 meios, entre as quais quatro máquinas de rasto e quatro viaturas de transporte de pessoal.

PUB

Quatro aldeias foram evacuadas hoje em Abrantes devido a um incêndio que lavra há cerca de 24 horas naquele concelho do distrito de Santarém, tendo as chamas consumido uma casa de primeira habitação.

No âmbito da colaboração em missões de proteção civil, o Exército emitiu hoje um comunicado onde indica que já mobilizou os meios solicitados pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) para ajudar a combater o incêndio que deflagrou na Aldeia do Mato, concelho de Abrantes.

PUB

“Encontram-se já no terreno um total de 112 militares, pertencentes a quatro pelotões de Rescaldo e Vigilância Pós-Incêndio, a 4 Destacamentos de Engenharia e às Equipas de Evacuação de Pessoal.

Neste apoio estão empenhadas 27 Viaturas, entre as quais quatro máquinas de rasto e quatro viaturas de transporte de pessoal”, preparadas para retirar a população “para o Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME), o qual está a prestar apoio logístico a nove cidadãos, entre estes duas crianças, oriundos da povoação de Medroa, os quais se encontram acompanhados por uma equipa de dois psicólogos da Câmara Municipal de Abrantes e quatro técnicos da Segurança Social”, refere o Exército.

“Nesta operação, além do RAME, estão envolvidos meios da Brigada Mecanizada, do Regimento de Engenharia N.º 1, do Regimento de Engenharia N.º 3, do Regimento de Paraquedistas e do Regimento de Manutenção”, acrescenta.

A23 cortada em ambos os sentidos na zona de Abrantes

A Autoestrada da Beira Interior (A23) foi cortada hoje em ambos os sentidos na zona de Abrantes, no distrito de Santarém, devido ao incêndio que lavra desde quarta-feira naquele local, disse hoje o comandante da GNR de Abrantes.

Segundo o capitão Flambó, a A23 foi cortada pelas 19:40 por questões de segurança, na sequência do incêndio que deflagrou quarta-feira pelas 18:14 e estava a ser combatido às 22:00 por 780 operacionais, apoiados por 249 veículos.

A adjunta de operações nacional da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, alertou, entretanto, para o risco de incêndio nos próximos dias, devido à previsão do aumento da temperatura e de vento moderado a forte, mantendo-se o alerta laranja.

Estradas cortadas – E.N.358, E.M.544, E.M.1212-1, A23 entre o nó de Abrantes Sul e Abrantes Norte.

PUB
PUB
Agência Lusa
Agência de Notícias de Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).