- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Incêndios | CDU de Abrantes diz que fogos eram “previsíveis” e têm responsabilidades politicas

A CDU de Abrantes emitiu um comunicado onde refere haver alertado para as consequências da replantação de áreas em Abrantes com eucaliptos e afirma que a tragédia que assolou o concelho, “para além de ser previsível, tem responsáveis políticos”. O candidato da CDU à Câmara de Abrantes é Luís Lourenço, engenheiro zootécnico.

- Publicidade -

O comunicado da CDU:

“Assistimos nos últimos dias em Abrantes, à maior tragédia natural da década no Concelho. Grande parte do seu território serviu de pasto a um gigantesco incêndio destruindo floresta, ameaçando as populações e os seus bens.

- Publicidade -

Há mais de 2 anos que a CDU previa que uma situação destas pudesse acontecer quando começou a assistir a pedidos de plantações e replantações de milhares de hectares de eucaliptos. A CDU votou sempre contra estas plantações por não haver qualquer informação sobre o local, nem sobre da adequação destas plantações. Isto não impediu que a maioria PS que governa o Município tivesse aprovado TODOS os pedidos destas plantações de forma cega e sem qualquer critério.

Várias foram as intervenções dos eleitos da CDU na Assembleia Municipal sobre o assunto e muitas foram as denúncias e os alertas na comunicação social e redes sociais.

- Publicidade -

Na última Assembleia Municipal a Sr.ª Presidente apresentou um mapa da mancha florestal do Concelho e muitos dos eleitos aperceberam-se do barril de pólvora, da gravidade e da ameaça a que Abrantes estava exposta.

Portanto, a tragédia que assolou o Concelho para além de ser previsível tem responsáveis políticos.

O último grande incêndio em Abrantes foi em 2005, há cerca de 12 anos. Há 12 anos que Maria do Céu Albuquerque tem responsabilidades na gestão do concelho, 4 anos como vereadora e 8 anos como presidente do executivo camarário.

Nunca nestes anos vimos a maioria PS a insurgir-se, a mostrar apreensão, preocupação ou a denunciar esta realidade. Assistimos sim à sua colaboração com o lobby das celuloses remetendo para segundo plano o interesse e a segurança das populações.

Surgem agora rumores de que os incêndios poderão ter mão criminosa. É possível. Mas seja qual for a origem dos incêndios exige-se a um executivo camarário responsabilidade e competência para assegurar condições mínimas de controlo, evitando assim que um qualquer incêndio progrida desta forma, atravessando o Concelho de norte a sul sem que haja condições para o deter.

A CDU expressa solidariedade com todos aqueles que foram atingidos por esta calamidade, realça o tremendo trabalho dos bombeiros evitando uma tragédia de muito maiores dimensões e destaca o facto positivo de não terem existido perdas de vidas humanas”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome