PUB

Incêndio/Abrantes | Incêndio já está na cidade de Abrantes (c/vídeo)

O incêndio que deflagrou em Aldeia do Mato ao fim da tarde de quarta-feira, 9 de agosto, já se encontra no espaço territorial da cidade de Abrantes. O ponto de situação foi dado cerca das 20 horas desta quinta-feira, 10 de agosto, pela presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, que antevê uma noite “muito difícil”, com muitas povoações a precisarem de socorro e sem meios aéreos.

PUB

Ao início da noite o incêndio que tem movido centenas de meios no concelho de Abrantes entrou no parque urbano do concelho. “Este incêndio começou de forma muito violenta” explicou aos jornalistas Maria do Céu Albuquerque, e “progrediu de forma avassaladora”, com “um comportamento anormal” motivado pelas constantes mudanças climatéricas.

Incêndios l Fogo em Abrantes mantém 3 frentes ativas

Publicado por mediotejo.net em Quinta-feira, 10 de Agosto de 2017

PUB

O combate às chamas centrou-se primeiro nos aglomerados populacionais, tendo-se protegido ao longo do dia 17 localidades. No entanto, neste momento “o incêndio já está dentro da cidade” e é para lá que os meios estão agora a ser canalizados.

A autarca prevê uma noite “muito difícil, porque os locais a carecerem de intervenção são imensos” e os meios aéreos vão deixar de circular, ficando apenas os meios terrestres. “Estamos a falar da zona industrial, estamos a falar de grandes preocupações”, sublinhou a presidente.

Também a A23 está cortada, nos dois sentidos, e quatro aldeias foram evacuados, sendo que cerca de 50 pessoas vão dormir fora de suas casas, alojadas no Regimento de Apoio Militar de Emergência” (RAME), no Quartel Militar de Abrantes

Durante a tarde ardeu uma casa de primeira habitação, em Aldeia do Mato, desalojando cinco pessoas. A paróquia cedeu entretanto a casa paroquial para que possam dormir esta noite, informou Maria do Céu Albuquerque.

 

Pelas 20h30 encontravam-se no terreno 739 operacionais, 228 viaturas e oito meios aéreos, segundo a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

c/LUSA

PUB
PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).