Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

INATEL/Futebol | Vilarregense conquista três pontos em Casais de Revelhos (C/AUDIO)

Casais de Revelhos 2 – Vilarregense 3
INATEL
Campo de Futebol de Casais de Revelhos, Abrantes.
07-01-2017

- Publicidade -

Tarde fria, por volta dos 8 graus , mas um jogo ‘quentinho’ entre os conjuntos de Casais de Revelhos e de Vila de Rei no último domingo, dia 07 de janeiro, em que a vitória sorriu ao Vilarregense por 2-3.

- Publicidade -

Como era de se esperar, após o árbitro dar o primeiro apito para que começasse a partida, os jogadores das duas equipas encontraram dificuldades em manter o esférico próximo aos seus pés. O vento forte dificultou tanto o domínio do esférico como o aquecimento dos plantéis, o que originou muitos erros para os dois lados. O Casais de Revelhos atacou preferencialmente pelo flanco direito, onde a equipa forasteira não conseguia travar os ataques e os centros dos homens de Casais de Revelhos.

Foto: mediotejo.net

A equipa da casa, Casais de Revelhos, abriu o marcador aos 13 minutos, com um golo de cabeça de João Mourato, camisola 19, que aproveitou uma bola perdida dentro da pequena área e que desviou com sucesso para dentro da baliza adversária.

O Vilarregense, com a equipa desmoralizada, não se entendia dentro de campo e até os suplentes reclamavam no banco sobre a atuação da equipa principal. Uma primeira parte em que a equipa forasteira teve muitas dificuldades em impor o seu futebol.

Estando a perder e enfrentando grandes dificuldades, e ainda por estar na casa do adversário, a equipa de Vila de Rei não conseguia finalizar nenhuma jogada e o Casais de Revelhos conseguia ultrapassar facilmente a defesa vilarregense, embora não dilatasse o marcador.

Impondo-se na equipa visitante, Luís Bernardo, avançado da equipa de Vila de Rei, fez-se à luta e aproveitou uma oportunidade para meter a bola por cima do guarda-redes do Casais de Revelhos, igualando o marcador aos 27 minutos.

Foto: mediotejo.net

Cinco minutos depois, o Casais de Revelhos reagiu ao golo sofrido através de João Batista, camisola 08,  que  aproveitou uma falha do guarda-redes forasteiro para faturar e colocar a equipa da casa novamente em vantagem.

Foi o melhor período do jogo, com a equipa visitante a procurar um resultado positivo e a criar muitas oportunidades. Aos 38 minutos, num contra-ataque rápido, o jogador de Vila de Rei, Luís Bernardo, camisola 17, endossou a bola para André Santos, número 24, que rematou o esférico e igualou mais uma vez o marcador.

A primeira parte terminou com um empate a dois golos.

Foto: mediotejo.net

No início da segunda parte estava tudo igual para os dois lados. O jogador de Casais de Revelhos foi derrubado dentro da grande área, o árbitro marcou pênalti. Para a cobrança avançou João Mourato, número 19, que desperdiçou a soberana oportunidade de conseguir a vantagem.

Com a rodagem de vários jogadores menos utilizados, o Casais de Revelhos teve falhas na concretização que custaram um resultado perante o Vila de Rei, sendo que já tinham o objetivo alcançado de passar à fase seguinte. Por outro lado, conseguiu a equipa da casa, orientada por Nelson Matos, evitar a amostragem disciplinar que a penalizaria para os jogos que se seguem na fase final.

O Vila de Rei criou muitas oportunidades, desperdiçou bastantes, mas o golo que obteve aos 73 minutos de jogo foi suficiente para amealhar os três pontos em disputa, numa segunda parte em que o Vilarregense mostrou aquilo de que é capaz.

O protagonista foi Fábio Marçal, camisola 7, que recebeu um lançamento e rematou diretamente para as redes adversárias, num golo que se revelaria decisivo para o resultado final e para o espírito de grupo da equipa que viajou do centro geodésico de Portugal.

Um jogo de muita luta de ambas as partes, em que os jogadores dignificaram as camisolas que representam, num jogo que acabou por terminar com a vitória do Vila de Rei num campo muito difícil e perante um conjunto muito valioso, como e o de Casais de Revelhos, e que partiu para este jogo já com o apuramento assegurado para a fase seguinte.

FICHA DE JOGO:

Casais de Revelhos
Ricardo Felicio (Sérgio Salgueiro), Luís Martins, Bernardo Leitão (Ivo Gil), Nelson Nascimento, Duarte Nunes, Mauro Santos, João Batista, Fábio Ferreira (David Marques), Mauro Covas (João Sousa), João Mourato e André Leitão (Rui Lopes).

Treinador: Nelson Matos

Foto: mediotejo.net

Vila de Rei
André Ventura, Fábio Pires, Hugo Louro (Luís Miguel), Paulo Luís, Rodrigo Lourenço (Fernando Mendes), Rui Duque, Álvaro Gomes, André Santos (Hugo Domingues), Luis Bernardo (Márcio Azevedo) e Fábio Francisco (Fábio Marçal).

Cartão Amarelo: Rui Duque, camisola 16, no fim da primeira parte.

Suplentes não utilizados: José Torres e Pedro Dias.

Treinador: Eduardo Jorge

Foto: mediotejo.net

Árbitros:
José Brito, José Pratas e José Aleixo.

Foto: mediotejo.net

O mediotejo.net ouviu os treinadores das duas equipas no fim do jogo:

Nelson Matos treinador da equipa de Casais de Revelhos. Foto: mediotejo.net

Eduardo Jorge, treinador da equipa de Vila de Rei. Foto: mediotejo.net

C/ Pedro Ferreira

Vinicius Alevato, 30 anos, estudante de comunicação, está a aprender a
observar uma região com o olhar atento aos factos. Acredita no
jornalismo de proximidade e na importância de servir as pessoas através
da boa informação.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome