Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Importância geoestratégica de Abrantes reúne especialistas no dia 20

No âmbito do programa do Centenário da cidade de Abrantes, a Câmara Municipal promove esta quinta-feira, dia 20 de outubro, na Igreja de Santa Maria do Castelo, a Conferência “Abrantes – Tudo como dantes, um centro estratégico”.

- Publicidade -

Partindo da importância geoestratégica de Abrantes, trata-se de um encontro que vai reunir especialistas de várias áreas que abordarão diferentes temáticas e procurará lançar desafios e oportunidades para uma cidade preparada para o futuro.

A Conferência tem entrada livre, mas carece de inscrição prévia, através da plataforma on-line do Centenário: www.cidadecentenaria.cm-abrantes.pt

- Publicidade -

Também na quinta-feira, dia 20, será realizada uma visita guiada à exposição “Abrantes, tudo como dantes: um centro estratégico”, patente na Biblioteca Municipal António Botto até dia 2 de dezembro.

Será inaugurada a 1ª fase do mural “100 anos, 100 rostos”, junto ao Jardim da República, projeto de construção contínua, onde figurarão imagens de cidadãos abrantinos, seguida de visita pedonal pelo centro histórico ao percurso “Pop Up’s de Abrantes” que consta de imagens com informação alusiva a factos históricos ocorridos nos últimos 100 anos. O dia terminará com a inauguração da requalificação do Monumento a D. Nuno Álvares Pereira, no Outeiro de S. Pedro.

PROGRAMA:

09h30 – Abertura da Conferência
Maria do Céu Albuquerque, Presidente da Câmara Municipal de Abrantes

10h00 – Abrantes na história
José Martinho Gaspar, Professor e Historiador

10h30 – Abrantes na economia de hoje
Eduardo Catroga, Economista e Gestor de Empresas

11h15 – Abrantes na estratégia de defesa nacional
Major-General  Arnaut Moreira

12h00 – debate

12h15 – Visita guiada à exposição “Abrantes, tudo como dantes: um centro estratégico”, patente na Biblioteca Municipal António Botto

12:45 – Inauguração do mural 100 anos, 100 rostos, no Jardim da República e visita ao percurso Pop Up’s de Abrantes

14h30 – Abrantes no nó das vias de comunicação
António Carmona Rodrigues, Engenheiro e professor

15h15 –  O Médio Tejo nas estratégias de desenvolvimento regional
José Reis, Professor de Economia Regional e especialista em desenvolvimento regional

16h00 – Debate

16h30 – Síntese e encerramento
Fernando Catroga, Presidente da Comissão das Comemorações do Centenário de Elevação de Abrantes a Cidade

17h00 – Inauguração da requalificação do Monumento a D. Nuno Álvares Pereira.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome