Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Setembro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Hóquei em patins | Sporting de Tomar apresentou-se aos sócios frente ao Benfica (c/vídeo)

O jogo era de apresentação aos sócios da equipa do Sporting de Tomar e o Pavilhão Municipal engalanou-se para receber o Benfica. O resultado final, favorável ao Benfica, não era o mais importante, num embate que serviu como jogo de treino e de preparação da equipa comandada por Nuno Lopes para uma época que se prevê longa e desgastante. O clube tomarense vai disputar o campeonato nacional da 1ª divisão de hóquei em patins, a Elite Cup e os jogos relativos às competições internacionais.

- Publicidade -

Num jogo de apresentação em que o Pavilhão Municipal Cidade de Tomar voltou a receber o apaixonado público nabantino, a equipa do Tomar/IPT entrou algo receosa, mas logo olhou a equipa lisboeta olhos nos olhos, especialmente na segunda parte, não evitando no entanto uma derrota por 2-0. O resultado não era o mais importante neste jogo de apresentação, tendo a equipa do Benfica entrado melhor no jogo e feito a diferença na primeira parte.

Pablo Alvarez e Edu Lamas foram os jogadores responsáveis pelos tentos que ditaram os números no placard no final do jogo.

- Publicidade -

Foto: mediotejo.net

Nuno Lopes, treinador da equipa tomarense, considerou que o Sporting de Tomar esteve muito melhor na segunda parte do encontro, onde foram criadas mais chances de golo, mas onde “faltou o último pormenor, definir melhor o último toque”.

No entanto, o treinador considera muito positivo que quem chegou agora à equipa já tenha entrado na sua dinâmica de jogo, algo que acontece com apenas três semanas de trabalho. Mas quando se vive de vitórias, “temos de trabalhar muito todos os dias, e é isso que vamos continuar a fazer, com caráter, identidade, a querer disputar o jogo para ganhar, e a diferença hoje foi uma primeira parte com receio e uma segunda parte onde já enfrentámos o Benfica e fizemos o nosso trabalho, independentemente do resultado final”.

Também Ivo Santos, presidente do Sporting Clube de Tomar, salientou que este foi o primeiro jogo da época, com apenas três semanas de trabalho, e que portanto ainda há muito a melhorar, considerando no entanto que “este foi um jogo muito aguerrido, competitivo, e é isso que o Sporting de Tomar precisa para se preparar bem para uma época muito exigente”.

Foto: mediotejo.net

Para este jogo o Sporting de Tomar não pôde ainda contar com a ajuda de Lucas Honório, uma vez que o jogador se encontra em trabalhos na Selecção Nacional de Sub-19, sendo que a equipa orientada por Nuno Lopes alinhou de início com o guarda-redes Francisco Veludo e com os jogadores Pedro Martins, Ivo Silva, Filipe Almeida e Ruben Sousa. Posteriormente entraram na partida os jogadores Caio (ex-Trissino), Guilherme Silva (ex-Valongo), Tomás Moreira (ex-Paço de Arcos), Francisco Beirante (ex-Sub-23) – todos reforços para a nova temporada que se avizinha – e ainda António Marante, que substituiu Francisco Veludo na baliza.

Já a equipa do Benfica, sob a orientação de Nuno Resende, jogou de início com Pedro Henriques na baliza enquanto que os jogadores Diogo Rafael, Edu Lamas (1), Gonçalo Pinto e Carlos Nicolia, jogaram na pista. Resende fez ainda uso dos jogadores Lucas Ordoñez, Pablo Álvarez (1), Sergi Aragonès, Pol Manrubia e Poka.

No próximo fim-de-semana a equipa tomarense participa no torneio de Turquel, em conjunto com a equipa da casa (Hóquei Clube de Turquel), o Valongo e o Oliveirense.

Já entre os dias 10 e 12 de setembro, Tomar transforma-se na capital do hóquei, recebendo a quinta edição da Elite Cup, competição que junta as oito melhores equipas do hóquei em patins português.

Para esta competição disputada no Pavilhão Municipal Cidade de Tomar, Nuno Lopes garante que “nunca se vai encolher”, mas que para já o importante é preparar a equipa para o jogo frente ao Óquei de Barcelos, adversário que calhou à equipa de Tomar mediante o sorteio realizado durante a apresentação da prova na passada segunda-feira, dia 23 de agosto: “Vou preparar a equipa para chegarmos aqui e disputarmos o jogo com eles. E até podemos jogar pior do que hoje e ganhar, isso é que é importante”.

Para Nuno Lopes só depois desse jogo se pensará em mais alguma coisa, sabendo que embora o palco esteja construído em Tomar, “são os candidatos ao título que se vão assumir para tal”, pelo que “o que nós vamos fazer é tentá-los enganar e para o conseguirmos é preciso muito trabalho, mas nalguns momentos as estrelas alinham-se e é esperar um desses momentos aqui em Tomar”, afirmou o treinador.

Foto: Sporting Clube de Tomar

Para a época que se avizinha, o presidente do clube de Tomar revela que as expectativas são “as mais altas possíveis”, tendo a noção daquilo que é a dimensão do Sporting Clube de Tomar, que “é a 12º equipa do mundo, e que de alguma forma ainda estamos numa questão de crescimento, um crescimento sustentado baseado nas nossas classes jovens, como hoje tivemos aqui a prova”.

Ivo Santos revela que o rumo passa por tentar evoluir passo a passo, num projeto claramente a médio prazo, onde a ambição tem sempre o seu lugar garantido: “no ano passado terminámos no sexto lugar. Não vamos colocar essa bitola, temos sim de jogar bem, proporcionar grandes espetáculos e ser mais ambiciosos ainda”, disse o presidente.

Licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo. Ávido leitor, não dispensa no entanto um bom filme e um bom serão na companhia dos amigos.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome