Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Julho 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Hóquei em patins | Sp Tomar vence Juv Viana por 5 – 2

O Sporting Clube de Tomar/Instituto Politécnico de Tomar, venceu por 5-2 a Juventude de Viana, no último jogo do ano 2016 em Tomar, desta feita no Pavilhão Jácome Ratton, em jogo referente à 10ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão de Hóquei em Patins.

- Publicidade -

Primeira parte começou da melhor maneira com golo logo aos 2 minutos por João Alves. Diogo Fernandes empatou (1-1), mas Ivo Silva levou a equipa para intervalo na frente por 2-1.

Na segunda parte, jogo aumentou de intensidade, mas Sporting de Tomar esteve sempre na frente do marcador com 2 golos de Ivo Silva de livre direto e um grande golo de baliza a baliza de David Costa fixaram resultado final em 5-2.

- Publicidade -

Excelente vitória da equipa nabantina, com 12 pontos, ocupa o 7º lugar, em grande jogo de Hóquei em Patins, com 3 bolas nas traves, 1 no poste, 8 livres diretos e um penalty.

Próxima jornada, Sábado(7/1/2017), Turquel – Sporting de Tomar/IPT.

Arbitragem da dupla do Miguel Guilherme e João Duarte, com alguns erros, muito rigorosa, mas a manter o critério.

FICHA DE JOGO
Resultado ao intervalo: Sp. Tomar/IPT – 2 Juventude de Viana – 1
Resultado Final: Sp. Tomar/IPT – 5 Juventude de Viana – 2
SPORTING CLUBE DE TOMAR/IPT
Nuno Peça(gr), Ivo Silva, João Alves, Paulo Passos, João Lomba.
Jogaram ainda: David Costa, Tiago Godinho, Hernâni Diniz, Pedro Martins.
Golos: João Alves, Ivo Silva(3), David Costa,
Treinador – Nuno Domingues
JUVENTUDE DE VIANA
Edo Bosch(gr), Francisco Silva, Tó Silva, Nuno Santos, Nelson Pereira.
Jogaram ainda: Gustavo Lima, Diogo Fernandes, Nuno Félix, Gonçalo Suissas.
Golos: Diogo Fernandes(2)
Treinador: Renato Garrido

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome