“Dia Internacional de Saúde da Mulher”, por Rui Calado (c/vídeo)

Celebrar a saúde da Mulher no seu sentido mais lato, pensando no bem-estar individual em todas as suas vertentes, é uma tentação pelo vastíssimo leque de oportunidades que se abrem a quem desejar fazê-lo dessa forma.

PUB

No entanto, a realização de um diagnóstico da situação de saúde das populações do Médio Tejo proporcionou conhecimento preciso, objetivo, que moldou as preocupações dominantes de quem tem responsabilidades nesta matéria.

No dia de hoje, mantém-se o nosso permanente desejo de valorizarmos a saúde. Mas não o podemos fazer sem também vos falarmos nas consequências de doenças que afetam apenas mulheres e que, num número demasiado elevado de situações, condicionam negativa e decisivamente as suas vidas.

PUB

E que demasiadas vezes, conduzem a mortes prematuras, tantas vezes evitáveis.

Sim, tantas vezes evitáveis…

Para falarmos de vida, de respeito pela vida, de estratégias de manutenção da vida, decidimos anexar a este texto dois pequenos filmes, que o leitor não pode perder. Eles privilegiam as mensagens de esperança, o convite à ação individual de combate pela saúde, o reforço do conhecimento sobre formas concretas, seguras, eficazes de lidarmos com a doença oncológica que afeta apenas as mulheres, isto é, os cancros da mama e do colo do útero.

Eles revelam tudo o que realmente devemos saber e fazer.

Por favor, pela sua saúde, não deixe de os ver…

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here