Quinta-feira, Fevereiro 25, 2021
- Publicidade -

Hipismo | Centro Hípico do Cabrito relança modalidade em Abrantes (c/vídeo e fotogaleria)

Após largos meses sem competir, os conjuntos da região voltaram a fazê-lo este fim de semana, 18 e 19 de julho, no Hipódromo dos Mourões em Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes.

- Publicidade -

Com o apoio da Câmara Municipal de Abrantes e União de Freguesias de Rossio ao Sul do Tejo e São Miguel do Rio Torto, o Centro Hípico da Quinta do Cabrito organizou e levou a efeito uma prova denominada Poule para a qual convidou os Centros Hípicos da região que assim voltaram a competir após o período de recato devido à pandemia.

Nem o muito calor refreou o entusiasmo.

- Publicidade -

Respeitando as recomendações sanitárias e os Regulamentos da Federação Equestre Portuguesa, as provas decorreram nos dois dias debaixo de temperaturas elevadas mas nem isso refreou o entusiasmo de cavalos e cavaleiros.

Fomos falar com um dos mentores da prova, Joel Santos:

Abrantes | Poule do Centro Equestre Quinta do Cabrito – Joel Santos

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 19 de julho de 2020

Na prova de encerramento, Afonso Silva venceu a Taça Quinta do Cabrito montando “Caíta” com um percurso sem faltas.

No segundo lugar ficou Carolina Graça em “Hino” com quatro pontos de penalização.

O último lugar do pódio foi para o anfitrião, Gonçalo Fragoso, em “Spike”, penalizando oito pontos.

Pódio da Taça Quinta do Cabrito.

A prova, com bom ritmo e num dos cenários mais bonitos em hipódromos, decorreu sem incidentes num excelente trabalho de equipa. Um regresso auspicioso dos cavalos aos Mourões. A repetir…

FOTOGALERIA:

*Com David Belém Pereira (multimédia).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).