- Publicidade -

Golegã | Veiga Maltez (PS) recandidata-se por “amor, ternura e paixão” pela sua terra (c/áudio)

O atual Presidente da Câmara Municipal da Golegã, José Veiga Matez, vai recandidatar-se ao cargo nas próximas eleições autárquicas pelo Partido Socialista (PS). A decisão foi tomada pela Comissão Política Concelhia do PS que anunciou ainda os candidatos à Assembleia Municipal e às freguesias de Azinhaga e Golegã.

- Publicidade -

Em declarações ao mediotejo.net, o autarca refere que se recandidata por “uma questão de amor, ternura e paixão” pela sua terra. Apesar de sentir que, aos 64 anos, está “na altura de começar a desligar um bocadinho os motores”, mostra-se motivado para mais um mandato uma vez que sente o apoio das pessoas para que a Golegã “seja uma terra do séc. XXI com a qualidade de vida que os seus munícipes exigem e merecem”.

A principal alteração acontece na lista para a Assembleia Municipal em que Pedro Terré, atual vereador eleito pelo MSN – Movimento Sangue Novo, passa a ser candidato à presidência daquele órgão, pelo PS, naquilo que representa uma reconciliação com o partido.

- Publicidade -

Por sua vez, o atual Presidente da Assembleia Municipal, Vítor Guia, regressa à sua terra para encabeçar a lista à Junta de Freguesia de Azinhaga, onde já foi presidente. Naquela reunião foi também aprovado o nome de Gonçalo Galrinho Santos para encabeçar a lista à Freguesia da Golegã, faltando apenas revelar o nome do cabeça de lista na freguesia do Pombalinho.

Numa publicação no Facebook, José Veiga Maltez, saudou estes candidatos “pela sua disponibilidade, num momento, que compreenderam ser de agregar, de chamar, de unir atores políticos para uma responsável participação na defesa dos interesses dos Goleganenses, Azinhaguenses e Pombalinhenses”.

Reforçou a ideia, destacando “o compromisso comum” e o “desígnio da consensualização nas políticas públicas nas questões essenciais, como estratégicas, numa coesão e reforço dos laços institucionais”.

“Estou certo, do seu espírito de missão abnegado, altruísta e responsável, em prol do Município e do Concelho da Golegã”, disse ainda Veiga Maltez, que acredita que a “capital do cavalo” pode continuar “cada vez mais a ser posta no mapa, como hoje o é de forma nacional e internacional”

Num mandato marcado pela pandemia, problema sanitário que obrigou ao cancelamento da Feira do Cavalo em 2020 e de outros eventos, a Câmara “procurou gerir o melhor possível a situação de modo a mitigar os prejuízos dos munícipes”, realça o autarca.

Afirma não gostar de projetos megalómanos e faz questão de cumprir aquilo que promete. Nesse sentido, o seu principal objetivo, caso seja reeleito, é manter a Golegã como “uma urbe distinta, onde a rusticidade é dignificada”.

“Em todas as vertentes, queremos preservar aquilo que temos e construir ainda mais”.

Nas últimas eleições autárquicas de 2017, em que Veiga Maltez regressou como candidato depois de uma interrupção forçada devido à limitação de mandatos, o PS venceu com 56,84% (3 eleitos), sendo os restantes dois mandatos distribuídos pela CDU (19,07%) e pelo Movimento Sangue Novo (14,85%). O PSD ficou-se pelos 6,16%.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).