Domingo, Fevereiro 28, 2021
- Publicidade -

Golegã | Apesar de protestos, autarquia mantém restrições à circulação noturna de cavalos na Feira

Os ruidosos protestos de um grupo de cavaleiros na Feira do Cavalo na Golegã contra a proibição de circulação de cavalos e charretes entre as 2 e as 7 horas da manhã, não fizeram demover o Presidente da Câmara. José Veiga Maltez deslocou-se esta terça feira, dia 6, ao recinto da Feira para anunciar aos cavaleiros contestatários a decisão de manter, no essencial, as regras definidas pela autarquia para disciplinar o evento.

- Publicidade -

O que está em causa é a proibição de circulação a cavalo e em carros de cavalos entre as 2 e as 7 da manhã no Largo do Arneiro e ruas adjacentes.

O autarca mostrou-se aberto ao diálogo sem, no entanto, ceder à pressão de alguns contestatários pois entre eles há quem concorde com a restrição horária. No entanto, refere a organização, “o bom senso imperou, ficando acordado uma alteração no plano rodoviário nalgumas ruas permitindo assim a circulação de cavalos de modo a que os seus proprietários se possam deslocar para as suas habitações”.

- Publicidade -

Este ano, conforme o presidente da Câmara salienta na revista oficial do evento “qualquer animal que apresente determinado número de sinais, que concorram para o seu mal-estar, será retirado do recinto da Feira, bem como de qualquer espaço público da Capital do Cavalo”. Além disso “a circulação de Cavalos ou de Carros de Cavalos, entre as 2 e as 7 horas da manhã, será interdita, como proteção à fadiga animal, além de evitar atitudes, que ponham em causa a dignidade do importante acontecimento, que é a nossa Feira”.

É sobretudo contra esta última restrição que alguns cavaleiros se manifestam contra. O primeiro protesto, que surgiu de forma espontânea, aconteceu na madrugada desta terça feira, dia 6, começando pela invasão do recinto principal da Feira já depois das 2 da madrugada e seguindo depois para a porta da habitação do presidente da Câmara onde se manifestaram ruidosamente enquanto transmitiam o que se estava a passar em direto no facebook.

Na tarde desta terça, voltaram os protestos desta vez em frente ao secretariado da Feira, no Largo do Arneiro. Para sábado está marcado novo protesto convocado através do facebook.

Em contraponto, há moradores e outros cidadãos que se manifestam a favor das regras definidas pela Câmara com o argumento de que as pessoas e os animais precisam de descansar e para isso precisam que não haja barulhos perturbadores.

 

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).