Terça-feira, Março 2, 2021
- Publicidade -

Gavião | Noite quinhentista e 15 nomes na Comissão de Honra dos 500 anos do Foral

No âmbito das comemorações dos 500 anos de Foral a Gavião, foi apresentada a Comissão de Honra das Comemorações na Igreja Matriz da vila. São os primeiros 15 nomes onde consta, nomeadamente, o do presidente da Câmara Municipal e de outros autarcas do concelho e também do diretor do Agrupamento de Escolas. Paralelamente, decorreu também no sábado aquele que foi o primeiro evento das comemorações: o espetáculo musical ‘La Renaissance’ pelo Coro Misto da Beira Interior.

- Publicidade -

A primeira atividade municipal evocativa dos 500 anos da atribuição do Foral Manuelino à vila de Gavião decorreu no passado sábado, 23 de fevereiro, na igreja matriz da vila, com o espetáculo musical quinhentista ‘La Renaissance’, pelo Coro Misto da Beira Interior. Assim se iniciou aquele que o Município pretende que seja “um ano cheio de atividades”, comemorando o Foral da sede de concelho.

Concerto de música quinhentista “La Renaissance” pelo Coro Misto da Beira Interior, em Gavião. Créditos: mediotejo.net

- Publicidade -

O evento serviu ainda para o anúncio oficial dos primeiros 15 nomes que integram a Comissão de Honra das Comemorações dos 500 anos do Foral. São eles: Jaime Estorninho; João Galinha Barreto; Jorge Martins; José Pio; António Severino; Graciosa Chambel; Jorge Santos; Eduardo Pereira; Paulo Pires; Martina Marcelino de Jesus; Carlos Alexandre; José Praia das Neves; Germano Porfírio; João Florindo; e José Heitor.

Ao longo dos próximos nove meses, a Câmara Municipal promoverá “um conjunto vasto de eventos” que passam por concertos, palestras, colóquios, atividades culturais, atividades desportivas e dramatizações históricas, que culminarão na festa de 23 de novembro, dia em que se completam os 500 anos.

Concerto de música quinhentista “La Renaissance” pelo Coro Misto da Beira Interior, em Gavião. Créditos: mediotejo.net

O concerto de música quinhentista ‘La Renaissance’ contou com explicações do maestro Luís Cipriano, responsável por dirigir o coro, que deu conta do enquadramento da música e dos compositores daqueles anos de 1500, nomeadamente sobre as dificuldades de identificação dos autores numa época em que poucos sabiam ler e escrever.

O Coro Misto da Beira Interior iniciou as suas atividades em 1989 sob a direção de Luís Cipriano, ainda integrado no Conservatório local.

Concerto de música quinhentista “La Renaissance” pelo Coro Misto da Beira Interior, em Gavião. Créditos: mediotejo.net

Em setembro de 1996 tornou-se independente do Conservatório da Covilhã marcando assim uma nova estrutura e assumindo o papel de Associação Cultural da Beira Interior, passando a chamar-se Coro Misto da Covilhã, designação que em 2007 foi alterada para Coro Misto da Beira Interior.

Tem apresentado concertos com diferentes reportórios visando os vários séculos de história da música coral, assim como com diversas formações instrumentais. Em Gavião, a avaliar pelos aplausos, encantou o público que encheu a nave da Igreja Matriz.

Concerto de música quinhentista “La Renaissance” pelo Coro Misto da Beira Interior, em Gavião. Créditos: mediotejo.net

VEJA AQUI O VÍDEO:

Gavião / O primeiro de vários eventos a decorrer durante o ano de 2019 no âmbito das comemorações dos 500 anos do Foral de Gavião. Música quinhentista na igreja matriz da vila alentejana com o Coro Misto da Beira Interior.

Publicado por mediotejo.net em Sábado, 23 de fevereiro de 2019

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).