- Publicidade -

Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Gavião | Área de Serviço de Autocaravanas inaugura segunda-feira

A Área de Serviço de Autocaravanas de Gavião vai ser inaugurada no dia 27 de julho, segunda-feira, às 11h00. A ‘Área de Serviço e Pernoita de Autocaravanas de Gavião’, um investimento que rondou os 150 mil euros com financiamento de 60%, situa-se na Rua da Fonte Nova, perto da Estrada Nacional 244 e da Estrada Nacional 118.

- Publicidade -

O autocaravanismo é considerado pela autarquia um movimento em expansão muito interessante para o fluxo turístico em zonas do interior, pelo que o executivo da Câmara Municipal de Gavião entende que “esta obra é importante para o desenvolvimento do turismo no concelho e complementa a oferta da região”.

Acrescenta que “as áreas de serviço e de pernoita para autocaravanas são infraestruturas necessárias à boa prática do turismo itinerante e sustentável, sendo este um segmento com forte impacto económico nos territórios”.

- Publicidade -

Área de Serviço e Pernoita de Autocaravanas de Gavião é inaugurada dia 27 de julho. Créditos: CMG

Este projeto, liderado pela Turismo do Alentejo/Ribatejo, envolve 27 municípios do Alentejo e Ribatejo, contempla a criação ou requalificação das infraestruturas existentes; o desenvolvimento de ações de identidade corporativa, a elaboração de conteúdos, design de suportes informativos; a aplicação em peças impressas e ferramentas web, bem como ações de divulgação, sensibilização e animação e a capacitação e coordenação.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome