Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futsal: Os Patos vencem Ferreira do Zêzere e assumem liderança do Distrital (com áudio)

20 de fevereiro de 2016, 17 horas, Pego

- Publicidade -

Campeonato Distrital de Futsal de Seniores Masculinos

Clube Desportivo “Os Patos” 5 – Sport Clube Ferreira do Zêzere 2

- Publicidade -

Quem à 8ª jornada (antes de ser conhecido o castigo associativo que retirou 3 pontos ao Ferreira do Zêzere) olhava para a classificação e analisava o que se tinha passado até ai, estava longe de imaginar que se chegaria à 14ª jornada com as duas equipas a discutirem o primeiro lugar.

O que é certo, é que graças a alguns deslizes ferreirenses, mas acima de tudo a muito brilhantismo rossiense (venceram os últimos 10 jogos para o Campeonato), hoje jogou-se a liderança no Pavilhão Municipal do Pego.

Com uma bancada muito bem composta, onde em larga maioria estavam os apoiantes dos Patos, mas onde não faltaram adeptos da equipa da “Capital do Ovo”, assistiu-se a uma primeira parte aquém do que se podia esperar num jogo entre duas boas equipas.

_MG_7840
Panorâmica do Pavilhão Municipal do Pego na fase inicial do jogo, tendo a bancada ficado mais composta a meio do jogo.

Notou-se que o “peso” da classificação foi muito sentido de parte a parte. Jogo lento, por vezes a passo, onde a máxima do futsal, “ataque, contra-ataque”, esteve ausente durante grande parte do tempo, equipas fechadas e poucos lances com a espetacularidade inerente a um jogo de futsal. Ainda assim, houve emoção.

A primeira tentativa de alvejar a baliza adversária foi dada por Ricardo Felício, que aos 4 minutos falhou a primeira oportunidade de golo. Três minutos volvidos foi Tiago Costa (melhor marcador da prova e que hoje bisou) que tentou passar ou rematar (ficou-nos a duvida), tendo a bola apanhado Marco Ramos pelo caminho e saído a centímetros do poste.

_MG_7784
A bola saída do pé de Tiago Costa apanha Marco Ramos pelo caminho e por pouco sai ao lado.

Aos doze minutos, surge o primeiro lance polémico da partida. Remate de fora da área de David Apura, a bola ainda bate em Hugo mas passa pelo guardião ferreirense, não indo para a baliza por ter sido impedida pelo braço de Tiago Joaquim.

_MG_7796
O remate de David Apura é parado pelo braço de Tiago Joaquim (na foto tapado por Freitas e Dito).

Alexandre Conde apitou para a marca de grande penalidade e expulsou do jogo o capitão da equipa de Ferreira do Zêzere. Na conversão, David Apura não perdoou, fazendo o 1-0.

_MG_7807
David Apura faz o 1-0 de grande penalidade.

Na resposta ao golo da casa, o Ferreira do Zêzere desperdiçou em dois minutos consecutivos, em ambos os casos por Marco Ramos, a hipótese de empatar.

_MG_7825
Marco Ramos e Cartaxo, duelo que o guarda-redes da casa levou a melhor.

Eram decorridos 15 minutos de jogo e foi preciso esperar doze, para que a emoção voltasse ao pavilhão. Ricardo Felício de ângulo muito apertado, em jeito, faz o segundo golo do jogo e coloca os pretendentes ao primeiro lugar, a oito minutos do descanso com uma vantagem de dois golos.

_MG_7862
Ricardo Felício fez um golo que teve tanto de inesperado (dado o ângulo de remate) como de bonito.

Nesta altura foi quando a equipa visitante começou a dar mostras de querer dar outro animo ao jogo. Passou a jogar um pouco mais à frente e mais rápido, passando a haver mais espaços para ambos os conjuntos explorarem no meio campo adversário. Aos 31 e 32 minutos “Os Patos” desperdiçam a chance de aumentar a vantagem e mesmo sobre o apito para o intervalo, Tiago Costa, de Livre Direto a castigar a 6ª falta no jogo dos rossienses, reduz para 2-1.

_MG_7917
Tiago Costa reduz antes do intervalo.

Resultado com que se chegou ao intervalo. Pelo que se viu depois do segundo golo rossiense, a segunda parte prometia ser mais espetacular e emotiva. E foi.

Os primeiro doze minutos da etapa complementar foi a melhor fase no jogo dos líderes do campeonato. Apanharam um susto aos 4 minutos, quando Dito e Ricardo Felício não conseguiram empurrar em cima da linha de golo, mas foram mais dominadores, dispondo de bolas na área dos Patos para empatarem, começando a deixar a sua marca de forma definitiva na partida, Cartaxo, o guarda-redes da casa.

_MG_7952
Logo nos instantes iniciais do segundo tempo, Ricardo Felício e Dito, não conseguiram empurrar para o fundo da baliza ferreirense.

Ao minuto 45, Tiago Costa bisa na partida, gelando a maioria dos presentes e fazendo saltar de alegria a falange de apoio ferreirense. Lance na área dos Patos, Alexis junto ao poste evita com o braço que a bola vá para a sua baliza. Alexandre Conde aponta para a marca de penalti e expulsa o jogador da equipa de Rossio ao Sul do Tejo da partida.

_MG_7967
Alexis, junto ao poste, evita com o braço que a bola fosse para a sua baliza.

_MG_7975
Na conversão do castigo máximo, Tiago Costa não perdoou.

Parecia que os encarnados estavam atordoados com o que o adversário tinha conseguido, demoraram 2,3 minutos a recompor-se, para depois voltar a equilibrar as operações, muito pela alteração de sistema de jogo que João Paulo Santos operou. Os Patos começaram a usar mais o “Pivot” à cabeça da área para servir os colegas vindos de trás. Foi assim, que aos 52 minutos de jogo, Gonçalo Santos servido por Oliveira, recoloca os comandados de João Paulo Santos em vantagem.

_MG_7998
Gonçalo Santos encheu o pé e devolveu a alegria ás hostes rossienses, fazendo o 3-2.

Entrou-se aqui numa toada de procura do golo por ambas as equipas, sobressaindo pela negativa Marco Ramos na equipa de Ferreira do Zêzere. Foi dos mais descontentes e inconformados, tentando motivar e levar os colegas para a frente, mas no capítulo da finalização foi o que mais desperdiçou, não estando muito feliz na hora do remate. Pela positiva continuava a deixar a sua marca, Cartaxo, que nesta fase e depois na parte final, encheu a sua baliza não deixando que o adversário voltasse a marcar.

_MG_8071
Outra das muitas situações que Cartaxo levou a melhor sobre Marco Ramos.

A cinco minutos do fim, 65 de jogo, nova grande penalidade e nova expulsão. Hugo Bonacho vem da esquerda para o meio, para tentar o melhor ângulo de remate e quando o faz, vê Diogo negar-lhe o golo com o braço. É certo que o jogador de Ferreira do Zêzere está em queda e ampara-se com o braço que toca na bola, mas também é certo que foi com o braço que evitou que a bola entrasse na baliza. David Apura voltou a não desperdiçar o castigo máximo.

_MG_8040
Diogo em queda, evita com o braço que o remate de Hugo Bonacho vá para o fundo da baliza ferreirense.

_MG_8049
David Apura voltou a marcar na partida e novamente de grande penalidade.

Com dois golos de desvantagem a poucos minutos do final, Paulo Simões faz o que lhe compete, arrisca tudo e passa a jogar com guarda-redes avançado. O efeito não foi o esperado, a sua equipa passou a jogar mais tempo no meio campo adversário mas em termos práticos, as oportunidades de golo não foram as que desejava. Antes pelo contrário, pois instantes antes do apito final, Oliveira ganha uma bola no seu meio campo e de longe remata para a baliza deserta, fazendo o resultado final de 5-2.

_MG_8067
A jogar com guarda-redes avançado o Ferreira do Zêzere deixou desguarnecida a sua baliza, e numa perda de bola viu Oliveira fazer ainda do seu meio campo o 5-2 final.

Vitória certa da equipa da casa, foi a melhor na globalidade do jogo, errou menos e foi mais eficaz, embora a diferença de 3 golos seja algo pesada para o que os forasteiros mostraram no jogo desta tarde. A primeira parte podia ter sido bem melhor do que foi, tendo as equipas mostrado na segunda parte toda a sua valia coletiva e os atletas aproveitado para mostrar o seu brilhantismo individual. Destaque na equipa de Rossio ao Sul do Tejo para Cartaxo, Ricardo Felício e David Apura, enquanto que no Ferreira do Zêzere destacamos Marco Ramos, Freitas e Tiago Costa.

Quanto à dupla de arbitragem, embora tenha sido muito contestada por ambas as equipas durante o jogo, não passaram ao lado do erro, Cláudia Rosa parecia algo tensa antes do jogo se iniciar, mas não consideramos ter sido pela sua ação que o jogo teve o desfecho que se verificou.

Ficha do jogo

Pavilhão Municipal do Pego

Árbitros: Cláudia Rosa e Alexandre Conde

_MG_7748
Alexandre Conde e Cláudia Rosa

CD “Os Patos”

Cinco Inicial: Cartaxo, Alexis, David Apura, Ricardo Felício e Dito

Outras opções: João Bernardo, Fábio Farinha, Hugo Bonacho, Oliveira, Gonçalo Santos, Rafa e Márcio

Treinador: João Paulo Santos

_MG_7753
CD “Os Patos”

SC Ferreira do Zêzere

Cinco Inicial: Hugo, Tiago Joaquim, Freitas, Marco Ramos e Tiago Costa

Outras opções: Ivo, Capela, Alcobia, Diogo, Mandioca, Barnabé e Russo

Treinador: Paulo Simões

_MG_7752
SC Ferreira do Zêzere

Marcadores: David Apura (12′ e 65′), Ricardo Felício (27′), Gonçalo Santos (52′) e Oliveira (71′) ; Tiago Costa (36′ e 45′)

A opinião dos treinadores:

João Paulo Santos (Os Patos)

Paulo Simões (Ferreira do Zêzere)

A opinião dos jogadores:

David Apura (Capitão “Os Patos”)

Tiago Joaquim (Capitão Ferreira do Zêzere)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome