Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futsal | Modicus venceu na Ponte de Sor com as equipas já apuradas para os “play-off” (C/fotos e audio)

ELÉCTRICO FUTEBOL CLUBE 1 – MODICUS SANDIM 2
Liga Sport Zone – 26ª jornada
Pavilhão Gimnodesportivo
Ponte de Sor
21-04-2019

- Publicidade -

Minuto de silêncio respeitado no Pavilhão Gimnodesportivo de Ponte de Sor. Foto: mediotejo.net

Com ambas as equipas apuradas para o “play-off” que determinará o campeão e o Modicus inamovível no terceiro lugar, o interesse maior da partida residia na possibilidade de o Eléctrico ascender à sétima posição, em caso de vitória, alterando o emparelhamento das equipas.

- Publicidade -

Nesta última jornada da fase regular muito havia a clarificar. Desde logo definir a equipa que acompanhava o Rio Ave na descida de divisão. A “fava” calhou ao Pinheirense.

Antes do encontro foi respeitado um minuto de silêncio pelas vítimas do acidente da Madeira.

Técnicos fizeram descansar jogadores mais utilizados. Foto: mediotejo.net

Kitó e Ricardo Ferreira, a projetarem os quartos de final da competição, fizeram descansar muitos dos habituais titulares, lançando no jogo atletas da formação. Na equipa da casa pontificaram dois juvenis e um júnior.
Entrou muito atacante a equipa de Gaia e Paulinho enviou a bola ao poste ainda no minuto inaugural. A emenda saiu por cima. Uesler, de livre, rematou ao lado e no outro lado do campo Rafa imitou-o.
Paulinho voltou a tentar bater Beccon, titular na baliza pontessorense, mas o remate passou ao lado.

Bruninho remata para defesa de Beccon. Foto: mediotejo.net

Com Ilídio Pina e Wendell muito rematadores, ia dando nas vistas o guarda-redes nortenho Rui Cardoso.
Do lado oposto era Bruninho e Willian Carioca a darem trabalho a Beccon.
Bocum tentou de longe abrir o marcador mas o esférico não encontrou a baliza do Modicus.
Aos oito minutos, após uma rápida transição ofensiva, Uesler rematou já dentro da área. A bola, desviada num defesa, traiu o guarda redes brasileiro do Eléctrico e o Modicus passou a liderar o marcador.

Bom momento de Bocum. Foto: mediotejo.net

Respondeu bem a equipa da casa e Wendell, Rafa e Ilídio dispuseram de boas ocasiões para marcar.
Do outro lado assistia-se ao veterano Joel Queiróz a assumir a liderança da sua equipa e a rematar com perigo.
Aos 14 minutos, na marcação dum livre, Wendell enviou a bola ao poste da baliza de Rui Cordeiro.
Na resposta Bruninho rematou contra Beccon e conquistou um canto.
Com o jogo repartido pelas duas equipas o golo podia aparecer em qualquer momento.
Aos 16 minutos Wendell, com um remate bem colocado, repôs a igualdade no marcador.

Wendell, aqui em luta com Joel Queiróz, empatou para o Eléctrico. Foto: mediotejo.net

A matriz do jogo pouco se alterou. As equipas continuaram a procurar a superioridade no marcador com Joel Queiróz e Paulinho no Modicus e Wendell e Ilídio Pina no Eléctrico a rematarem sempre que encontravam uma oportunidade.
Kitó Ferreira ia rodando a equipa e os jovens da formação iam dando conta do recado com forte apoio vindo das bancadas.
A 58 segundos do intervalo o Eléctrico fez a quinta falta o que não veio a penalizar.
Até ao descanso ainda houve tempo para remates de Uesler, Bruninho e Paulinho para o Modicus.
Em cima do apito final Ilídio Pina atirou ao lado mas muito perto do poste da equipa adversária.
Resultado justo ao intervalo.

Empate justificado ao intervalo. Foto: mediotejo.net

O descanso não trouxe grandes novidades. Ambas as equipas iam rodando jogadores multiplicando-se os lances de ataque e de resposta pronta de um e de outro lado.
O remates de Ilídio Pina e de Wendell por parte do Eléctrico, quando acertavam no alvo, tinham pela frente o acerto do jovem guarda-redes Trapa, agora na baliza gaiense.
O Modicus pareceu ter dificuldades com a entrada forte da equipa da Ponte de Sor.

Ponte de Sor entrou bem no segundo período. Foto: mediotejo.net

Aos 28 minutos Paulo Major rematou contra Beccon ganhando canto. Joel Queiróz, da meia distância, obrigou o guarda-redes a ceder novo canto.
Na resposta Alexandre Prates colocou grandes dificuldades a Trapa.
Filipe Dias esteve perto de desfazer o empate com a bola a rondar a baliza do Modicus com muito perigo.
Joel Queiróz voltou a ensaiar a meia distância sem sucesso.

Veterano Joel Queiróz foi dos mais rematadores. Foto: mediotejo.net

Com o Eléctrico a acusar algum cansaço assistiu-se ao melhor momento do Modicus.
Uesler, Joel Queiróz e o capitão Gabri iam testando o guarda-redes Beccon, muito bem ajudado pelos colegas.
A três minutos do final Kitó Ferreira lançou o guarda-redes Dona, menos utilizado na Liga e a sua entrada coincidiu com a quinta falta a favor dos nortenhos.
Aos 28 minutos Dona teve uma excelente intervenção ao defender com os pés um perigoso remate de Willian Carioca.
O Modicus já jogava com o capitão Gabri como guarda-redes avançado e foi mesmo Gabri a assistir Paulo Major que, ao segundo poste, desfez a igualdade.

Paulo Major (8) marcou o golo da vitória do Modicus. Foto: mediotejo.net

Estava consumada a vitória da equipa de Gaia, dando um tom de injustiça ao resultado.
Arbitragem regular.
Com este resultado e conjugando os outro desfechos o Modicus vai a Braga e o Eléctrico recebe o Benfica a 4 de maio em Ponte de Sor. O segundo jogo, na Luz, será a 11 e, na eventualidade de um terceiro, será de novo em casa dos “encarnados”, a 12 de maio.

Eléctrico recebe o Benfica a 4 de maio e joga na Luz a 11 de maio. (Arquivo mediotejo.net)

FICHA DO JOGO:

ELÉCTRICO FUTEBOL CLUBE
Beccon, Rafa, Rafael Bocum, Wendell e Ilídio Pina.
Suplentes: Dona, Diogo Basílio, João Pita, Filipe Dias, Filipe Pereiro, Alexandre Prates.
Treinador: Kitó Ferreira.

Eléctrico Futebol Clube. Foto: mediotejo.net

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA MOVIMENTO DINÂMICO CULTURAL SANDIM:
Rui Cardoso, Paulinho, Uesler, Bruninho e Joel Queirós.
Suplentes: Trapa, Paulo Major, Gabri, Willian Carioca e Marco Campos.
Treinador: Ricardo Ferreira.

Modicus Sandim. Foto: mediotejo.net

GOLOS: Wendell (Eléctrico), Uesler e Paulo Major (Modicus)

ÁRBITRO:
Filipe Duarte (AF Coimbra).

Equipa de Arbitragem chefiada pelo internacional Filipe Duarte com os capitães. Foto: mediotejo.net

No final ouvimos ambos os técnicos:

Kitó Ferreira, treinador do Eléctrico Futebol Clube. Foto: mediotejo.net

 

Ricardo Ferreira, treinador do Modicus. Foto: mediotejo.net

*Com David Belém Pereira (fotos).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome