Futsal | Ferreira do Zêzere vence açorianos do Barbarense e segue na Taça de Portugal (C/fotos e audio)

SPORT CLUB FERREIRA DO ZÊZERE 3 – SPORT CLUB BARBARENSE 2
Taça de Portugal/2ª eliminatória
Pavilhão da Escola D.Nuno Alvares Pereira
Tomar
17-11-2018

PUB

Assédio à baliza dos açoreanos.

O Ferreira do Zêzere segue em frente na Taça de Portugal de Futsal ao vencer o Barbarense pela diferença mínima no Pavilhão da Escola D.Nuno Alvares Pereira, em Tomar, casa emprestada porquanto no Pavilhão de Ferreira do Zêzere decorrem obras de manutenção.
Cedo se percebeu que as equipas estavam determinadas em vencer o jogo. A intensidade elevada e a entrega dos jogadores entusiasmaram o pouco público presente afecto a ambos os emblemas, estando os açorianos em maioria.

PUB

Açorianos vibraram em Tomar.

Com dois minutos e meio jogados Eli atirou ao poste dos insulares. O mesmo Eli, aos cinco minutos e meio, assistiu Jander que atirou ao lado mas muito perto. Na reposição Tiago obrigou o guarda redes Hugo a boa defesa. O jogo estava vivo e antes dos sete minutos Tukinha chegou ao golo para os ferreirenses. Aos oito minutos Alcobia voltou a “tirar tinta” do poste da baliza à guarda de Pedro Cardoso.

PUB

Os da casa estavam mais perto de bisar na partida mas, num roubo de bola, Tiago ficou na cara de Hugo e empatou a partida aos 10 minutos.

Tiago deu muito trabalho à equipa da Capital do Ovo.

Aos 13 minutos e meio, Miguel assistiu Coelho que poderia ter marcado para os “amarelos”. Opôs-se o guarda redes forasteiro, que defendeu para canto. Na sequência Miguel rematou para novo canto. À passagem do quarto de hora Tiago teve nos pés soberana oportunidade para colocar o Barbarense na frente. Isolado, e com o guarda redes Hugo a escorregar, deixou escapar a bola pela linha de fundo.

Hugo antecipa-se a Tiago.

Com três minutos e meio para jogar a equipa da “Capital do Ovo” atingiu a quinta falta e teria de gerir o jogo com “pinças”. Sete segundos depois, estranhamente, fazem a sexta falta levando Felizardo para a marca de livre direto.

Hugo defendeu e no contra golpe o Ferreira quase marcou. Tiago em esforço tirou o esférico no limite. Com menos de um minuto e meio para jogar muita coisa aconteceu…
Alexis assistiu Palhaço e este colocou a sua equipa na frente.

Palhaço encosta para o segundo golo da sua equipa.

Na resposta, aos 19 minutos, José João repôs a igualdade com um remate acrobático.
A faltar 23 segundos um jogador da casa jogou a bola com a mão e levou João Bettencourt para a marca dos 10 metros. Hugo voltou a defender um livre direto e o empate persistiu até ao descanso.

Muitas faltas “taparam” cedo a equipa da casa no primeiro tempo.

A Taça é uma competição a eliminar e o empate não servia nenhuma das equipas. Regressaram do intervalo dispostas a resolver a contenda a seu favor.
Aos 24 minutos Jander foi rasteirado, pediu-se grande penalidade mas o árbitro, bem colocado, decidiu-se por um livre fora da área.
Na resposta João Bettencourt obrigou a enorme defesa para canto.

João Bettencourt controla sob vigilância de Palhaço.

Aos 30 minutos, o guarda redes Hugo voltou a brilhar a grande altura a remate de Tiago.
No minuto seguinte foi Tukinha a obrigar o guarda redes açoriano a esforçada defesa. Lançado o contra ataque Tiago voltou a por à prova Hugo. Na recarga Afonso não acertou com a baliza.

Estava um jogo muito rápido, com ocasiões para ambos os emblemas e algumas faltas.
Com pouco mais de oito minutos para jogar o Barbarense atingiu a quinta falta…!!!

Miguel ameaça a baliza do Barbarense.

Aos 33 minutos, enquanto Felizardo via o “amarelo” por protestos, o seu colega José João visava a baliza de Hugo. Passou muito perto. No minuto seguinte Palhaço, muito rápido, roubou a bola e enviou-a ao poste.

O minuto que se seguiu foi de aflição para a baliza insular. Miguel, Alcobia e Vitinho obrigaram o guarda redes Pedro Cardoso a aplicar-se para manter a sua baliza inviolada no segundo tempo. O golo parecia iminente e aconteceu mesmo.

Aos 35 minutos e meio Tukinha rematou forte, obrigou Pedro Cardoso a defesa incompleta e na emenda Miguel marcou e estabeleceu o resultado final.

Golo de Miguel selou passagem na Taça de Portugal.

Com algumas oportunidades para ambos os lados o final da partida chegou com uma vitória justa dos ferreirenses. A equipa que viajou dos Açores deixou boa impressão e foram campeões na simpatia. Boa arbitragem.

FICHA DO JOGO:

SPORT CLUB FERREIRA DO ZÊZERE:
Hugo, Kobra, Alexis, Vitinho, Alcobia, Eli, Miguel, Tukinha, Mandioca, Coelho, Palhaço e Jander.
Treinador: Miguel Ferreira.

Sport Club Ferreira do Zêzere.

SPORT CLUB BARBARENSE:
Pedro Cardoso, Pedro Marques, Afonso, Felizardo, José João, José Fagundes, João Prenda, João Bettencourt, Tiago Nascimento, Zé Bertão e João Cardoso.
Treinador: Cláudio Garcia.

Sport Club Barbarense.

GOLOS:
Tukinha, Palhaço e Miguel (F.Zêzere); Tiago e José João (Barbarense).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Marco Coelho, Wilson Gomes e Eduardo Seco (AF Leiria).

Equipa de Arbitragem: Marco Coelho, Wilson Gomes e Eduardo Seco com os capitães.

No final ouvimos Hugo, capitão da equipa ferreirense:

Hugo-Capitão do F.Zêzere.

Igualmente Cláudio Garcia, treinador da Barbarense falou-nos do jogo e fez-nos o diagnóstico do futsal insular:

Cláudio Garcia-Treinador do Barbarense.

*Com David Belém Pereira (fotos).

 

PUB
Jorge Santiago
Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).