Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Setembro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

FUTSAL: Entrada desastrada na segunda parte atira Patos para fora da Taça (com áudio)

25 de Outubro de 2015, 15 horas, Pego

- Publicidade -

Taça de Portugal de Futsal – 1ª Eliminatória

Clube Desportivo “Os Patos” 2 – Sporting Clube Farense 7

- Publicidade -

Primeira parte repartida entre duas equipas que militam nos escalões distritais do Futsal, onde o aproveitamento das oportunidades criadas fizeram a diferença sobre a quadra. “Os Patos” entraram melhor na partida e logo aos trinta segundos Apura e Alexis não conseguiram abrir o ativo, fazendo brilhar o guarda-redes algarvio. Aproveitou o Farense um minuto depois para abrir a contagem de livre, lance em que soube tirar partido da má colocação da barreira rossiense.

IMG_1209
Primeiro golo Farense.

Volvidos dois minutos surge o segundo golo do Farense e da forma como iria obter mais quatro ao longo do jogo. Mau passe no ataque dos Patos deixando a equipa em desequilíbrio, aproveitando os homens de branco para em contra-ataque a alta velocidade fazerem o golo. Parecia que íamos entrar numa fase de desnorte dos abrantinos, o que não se verificou. Até faltarem 4 minutos para o fim da primeira parte foram os rubro-negros a tomar conta da partida.

IMG_1215
Tarde não para o ataque dos Patos. Mesmo quando a bola passava pelo guarda-redes, havia o poste a evitar o golo.

Neste período já com as duas equipas com 5 faltas anotadas, entre outras oportunidades destacamos duas perdidas flagrantes. Aos 6 minutos, Ricardo Felicio isolado atira ao poste, e aos 15 minutos David Apura falha um livre directo.

IMG_1243
David Apura desperdiça livre directo.

Ao intervalo registava-se a vantagem Farense por 2-0, mas ficava a sensação dos Patos com uma maior segurança defensiva e um maior aproveitamento ofensivo, puderem entrar na discussão do resultado e da eliminatória.

Tudo o que era expectável acontecer na segunda parte não aconteceu. Os Patos não entraram com o dinamismo que se esperava e em apenas um minuto consentiram três golos(!) ao adversário, todos pelo mesmo método, o contra-ataque e também com alguma sorte à mistura. No 3-0 Luís Neves ainda evitou o golo desviando a bola para o poste, mas caprichosamente a bola ressalta para Luís Silva que só teve que empurrar. O quarto e quinto golo do Farense surge em jogadas tiradas a papel químico uma da outra, contra-ataque e no dois para um surge um homem de branco ao segundo poste a empurrar facilmente. Embora ainda houvesse muito tempo para jogar, ficou no ar a certeza que o vencedor da partida estaria encontrado.

IMG_1238
Uma das pausas técnicas aproveitadas por João Paulo, treinador dos rossiense, para tentar inverter o rumo dos acontecimentos.

Ainda reagiram os Patos e aos 6 minutos chegaram finalmente ao golo. Dito na posição de Pivot recebe na cabeça da área e assiste Ricardo Felicio que com um remate forte faz o 5-1.

Aproveitando o balanceamento ofensivo da equipa da casa, o Farense chega ao sexto golo quando faltavam 11 minutos para o fim da partida. A 9 minutos para o fim, Diogo Moura, finaliza a melhor jogada rossiense de toda a partida. Diogo Moura consegue fazer entrar a bola na zona central da defensiva algarvia, Gonçalo Santos de calcanhar devolve a Diogo Moura que remate forte e colocado para o 6-2.

Até final ainda houve mais um golo para o Farense e assistiu-se a 4 minutos de guarda-redes avançado por parte do Patos sem qualquer diferença na eficácia ofensiva.

IMG_1256
momento do jogo com guarda-redes avançado dos Patos.

Resultado justo, embora a equipa dos Patos só se possa queixar de si mesma para que não conseguisse discutir o resultado e a passagem à eliminatória seguinte.

A Dupla de arbitragem não sai isenta de erros deste jogo que até nem foi muito dificil de dirigir, tento em conta a postura colaborativa dos jogadores em campo. Destaque pela negativa para Ricardo Martins que com algumas decisões trocadas e difíceis de compreender irritaram a equipa da casa. Globalmente abusaram na exibição do cartão amarelo.

Ficha de jogo:

Pavilhão Municipal de Pego

Árbitros: Ricardo Martins, Paulo Estrada e Ricardo Henriques

IMG_1203
Equipa de arbitragem

Clube Desportivo “Os Patos”

IMG_1198
Clube Desportivo “Os Patos”

Luís Neves, David Apura, Ricardo Felicio, Eduardo Fonseca e Alexis

Suplentes: Vitor, Fábio Farinha, Pedro Rosado, Bruno Oliveira, Diogo Moura, Gonçalo Santos e Miguel Prates.

Treinador: João Paulo

Sporting Clube Farense

IMG_1197
Sporting Clube Farense

Flávio Tengarrinha, Artur Fidalgo, Luís Silva, Ivan Policarpo e Tiago Pereira

Suplentes: André Custódio, Bruno Martins, Hugo Joaquim, Amilcar Emidio e João Pedro

Treinador: Carlos Juliano

A opinião do treinador:

João Paulo (Patos)

IMG_20151025_163844
João Paulo

 

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Análise globalmente correcta. Apenas deixo uma correcção ao comentário do livre de 10 metros a favor da equipa da casa, que na minha opinião tira o mérito ao guarda – redes Farense que defende o remate e logo de seguida defende a recarga. Bom jogo, venceu a equipa mais eficaz.

Responder a Bruno Cerqueira Cancelar resposta

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome