- Publicidade -

Futsal | Eléctrico não foi de férias ao Algarve e trouxe um ponto precioso de Portimão

PORTIMÃO SPORTING CLUBE 2 – ELÉCTRICO FUTEBOL CLUBE 2
Liga Placard – 1ª Divisão de Futsal – 24ª jornada
Pavilhão Desportivo da Boavista em Portimão
27-02-2021

- Publicidade -

O Eléctrico da Ponte de Sor deslocou-se ao Algarve, à cidade de Portimão, sabendo que o seu adversário direto no acesso ao play off de apuramento de Campeão, o Sporting de Braga, havia vencido o Modicus na manhã de sábado, “atirando” os pontessorenses para fora dos lugares de apuramento. Ambos haviam empatado a quatro golos, na jornada anterior, na cidade alentejana, continuando o Eléctrico a ter menos um jogo.

Bom jogo no Pavilhão da Boavista em Portimão. Foto: Arquivo mediotejo.net

- Publicidade -

O Portimonense jogou a meio da semana obtendo um precioso ponto perante o candidato Benfica. Na sua segunda época na alta roda do futsal nacional, os algarvios superaram as expectativas e preparam-se para marcar presença na fase decisiva da prova.

Divanei foi incapaz de levar o seu Portimonense à vitória. Foto: Arquivo mediotejo.net

Sem público nem televisão o Pavilhão da Boavista preparou-se para um embate importante nas contas do apuramento e cedo se percebeu que ambos os conjuntos iam dar tudo pelos pontos em disputa.

Após o apito inicial as equipas lançaram-se denodadamente em busca do golo mas as defesas, com pressão alta, dificultavam na zona de construção e o primeiro sinal de perigo só surgiu aos quatro minutos, por Costelinha, a enviar o esférico à trave da baliza de Moreira.

Eléctrico abriu as hostilidades. Foto: Arquivo mediotejo.net

Ao sétimo minuto de jogo Nuno Miranda, numa recuperação de bola, , bateu Diogo Basílio e inaugurou o marcador.

Não foi preciso esperar muito, cerca de um minuto, para a defensiva da casa “dar uma borla” muito bem aproveitada pelo algarvio da equipa de Ponte de Sor. Henrique Vicente aproveitou a saída extemporânea de Moreira para recolocar a igualdade no marcador.

Eléctrico empatou por Henrique Vicente aos sete minutos. Foto: Arquivo mediotejo.net

Os “alvi negros” acusaram o golo de forma positiva e lançaram fortes ataques à baliza de Diogo Basílio, principalmente por Divanei e Júnior, mas o guardião das redes alentejanas esteve a bom nível.

Aos 13 minutos, após pausa técnica pedida por Pedro Moreira, treinador dos algarvios e duma enorme defesa de Basílio, Bruno Graça, com um ‘golo de bandeira’, operou a reviravolta no marcador, obrigando os da casa a “correrem atrás do prejuízo”.

Kitó Ferreira levou o seu Eléctrico ao Algarve e trouxe um precioso ponto. Foto: Arquivo mediotejo.net

Com poucas oportunidades numa e noutra baliza ficou na retina o bom entendimento da dupla Costelinha e Kaique no Eléctrico. No Portimonense era o seu goleador Júnior e o veterano Divanei a criarem as situações de golo eminente.

O intervalo chegou após Caio Ruiz enviar o esférico aos ferros da baliza de Diogo Basílio.
Como se previa foi um encontro bem disputado aceitando-se qualquer resultado ao intervalo.

Jogo de tripla com o Eléctrico na frente ao intervalo. Foto arquivo: mediotejo.net

Com o Portimonense a querer chegar ao golo do empate foi o Eléctrico que por pouco não aumentavam a contagem em nova saída em falso do guarda redes Moreira.

Na resposta, aos 24 minutos, Wendell, o brasileiro que já representou o emblema de Ponte de Sor, encheu o pé e fez tremer a baliza de Basílio. O Portimonense tentava o golo “à bomba”!

Os sulistas estavam melhor nesta fase da partida e só a excelente exibição de Basílio e o desperdício de Wendell iam evitando aquele que seria o golo do empate.

Bomba de Wendell abanou a baliza de Basílio. Foto: Arquivo mediotejo.net

A meio do complemento Bruno Graça fez a quarta falta do Eléctrico e viu a cartolina amarela. Na resposta Célio Coque obrigou Moreira a defesa apurada.

Jogava-se agora em ataque e contra ataque e Kaique, com forte remate, obrigou o guarda redes algarvio a defender para o poste. Seria o poste, de novo aos 32 minutos, a redimir a falta de concentração de Vigário. Os alentejanos estiveram sempre mais perto do golo da tranquilidade…

Eléctrico geriu bem a vantagem. Foto: Arquivo mediotejo.net

Pedro Moreira pediu a última pausa técnica para preparar o 5 para 4, lançando Divanei como guarda redes avançado para os últimos cinco minutos da partida. Resultou a estratégia dos algarvios.

No minuto seguinte, Divanei lançou Junior e este não perdoou, empatando a partida. O Portimonense manteve a táctica em busca da vitória o que não veio a acontecer.

Apesar de ainda ter feito a quinta falta, a equipa de Kitó Ferreira segurou o precioso ponto, rumo à retoma, depois de ter passado “as passas do Algarve”…

Jogo intenso com um resultado justo. Foto: Arquivo mediotejo.net

Resultado justo com boa arbitragem. O Portimonense consolidou o quinto posto, juntamente com o Modicus. Tem, tal como o Eléctrico, um jogo em atraso.

O alentejanos estão, à condição, fora dos oito emblemas que irão decidir o Campeão, a dois pontos do Braga, mas em caso de vitória no jogo em atraso reentra no grupo de elite.

O Eléctrico Joga em casa na próxima jornada com o Modicus enquanto os algarvios se deslocam ao Pavilhão Acácio Rosa, no Restelo, para defrontar o Belenenses.

Kitó Ferreira, treinador do Futsal do Eléctrico Futebol Clube, tem bons motivos para acreditar no apuramento. Foto: Arquivo mediotejo.net

Ficha do Jogo:

PORTIMONENSE SPORTING CLUBE:
Moreira, , Filipinho, Vigário, Divanei e Júnior.
Suplentes: Márcio Palma, Paulinho, Paulinho Rocha, Nuno Miranda, Caio Ruiz, Deivão, e Wendell.
Treinador: Pedro Moreira.

Portimonense Sporting Clube. Foto: Arquivo mediotejo.net

ELÉCTRICO FUTEBOL CLUBE:
Diogo Basílio, Rodriguinho, Costelinha, Kaique e Bruno Graça.
Suplentes: Marco Tavares, Diogo Mateus, Telmo Lourenço, Célio Coque, Gustavo Rodrigues, Miguel Pegacha, Luís Souza, Dudu e Henrique Vicente.
Treinador: Kitó Ferreira.

Eléctrico Futebol Clube.Foto: Arquivo mediotejo.net

GOLOS: Nuno Miranda e Júnior (Portimonense), Henrique Vicente e Bruno Graça.

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Tiago Silva e Maurício Couto (AF Porto).
Cronometrista: Alexandre Costa (AF Aveiro).

Equipa de arbitragem: Maurício Couto e Tiago Silva da AF Porto.Foto: Arquivo mediotejo.net

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).