Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futsal | Eléctrico entra a ganhar em Viseu e agora quer bater o pé ao Benfica (C/ÁUDIO)

O Eléctrico iniciou da melhor forma a sua participação no campeonato nacional de futsal, vencendo o Viseu 2001 por 3-0, numa partida referente à 1.ª jornada. Agora, este sábado, às 14:00, a equipa de Ponte de Sor recebe o Benfica e o treinador não esconde o objetivo de vencer e de disputar o jogo pelo jogo. O presidente do clube apela aos sócios que encham o pavilhão para que a ‘Alma Eléctrico’ contagie e empurre a equipa para uma gloriosa vitória.

- Publicidade -

O Viseu 2001/Palácio do Gelo recebeu o Eléctrico FC, num jogo que acabou com a vitória a sorrir à equipa orientada por João Freitas Pinto por 3-0, com golos de John Lennon (14′), Hugo Neves (19′) e Ferrugem (23′).

O Benfica também começou o campeonato com uma vitória, ganhando em casa aos Leões de Porto Salvo por 4-0. João Freitas Pinto, técnico do Eléctrico, falou ao mediotejo.net do jogo inaugural em Viseu, de como a vitória dá ânimo para os jogos que se avizinham, nomeadamente este frente ao Benfica, e aponta aos objetivos da época: estar em todas as decisões e disputar tudo o que houver para ganhar.  

- Publicidade -

João Freitas Pinto é o novo treinador do Eléctrico de Ponte de Sor para a época desportiva 2021_2022. Foto: Eléctrico

ÁUDIO | JOÃO FREITAS PINTO, TREINADOR DO ELÉCTRICO:

Um arranque com o pé direito, que leitura faz deste primeiro jogo?

Foi bom, fizemos um jogo bem conseguido, aliás no nosso período de preparação fomos dando sinais de consistência, apesar de termos pouco tempo ainda de trabalho, porque com gente nova na equipa é normal que os processos demorem a estar mais articulados e pensados, mas estivemos muito bem, estivemos também na pré-época, entrámos contra o Viseu não tão bem como queremos, mas depois conseguimos acertar o jogo, a intensidade do jogo, e conseguimos o que nós queríamos, os três pontos, e mostrámos solidez, tanto no processo defensivo como ofensivo, tivemos em termos emocionais bastante equilibrados ao longo do jogo todo, e isso depois dá pontos e agora é já começar a pensar no próximo adversário.

Está a construir um novo conjunto, é também um treinador novo, o que privilegia e quer para este Eléctrico?

O Eléctrico quando falou comigo foi porque procurou algo que eu privilegio nas minhas equipas, que é uma dinâmica de posse, de tentar ter o comando do jogo, ter um futsal positivo, com posse de bola e conseguir criar bastantes situações de finalização e mudar para uma mentalidade de mais de domínio de jogo e não tanto no contra ou de expectativa pelo que o adversário dá, essa sempre foi a minha forma de treinar, sempre foi aquilo que tentei transmitir às minhas equipas e é o mesmo que tento transmitir aqui, a minha ideia de jogo baseia-se nesses pontos.

Há aqui uma fasquia muito elevada, quais são os objetivos?

Vai ser provavelmente a época mais competitiva dos últimos anos, não tenho dúvidas, as equipas estão muito competitivas, se descem quatro equipas pela segunda vez para depois se reduzir um campeonato para 12 equipas para a frente, e isso torna o campeonato mais competitivo. As equipas reforçaram-se muito porque sentem também que é um ano decisivo, e isso faz toda a diferença, os jogos estão todos com resultados muito mais próximos, não têm aparecidos jogos com grandes diferenças nos resultados e isso demonstra a competitividade com que o campeonato está. Mesmo nesta competitividade nós não escondemos os nossos objetivos, sempre falámos deles, queremos atingir os playoffs, queremos estar na taça da liga e na final 8 da taça de Portugal. Queremos disputar e estar nos momentos em que se decide as competições. Tudo faremos para que isso aconteça e estamos focados nesse ponto.

O apoio do público é uma mais valia para galvanizar a equipa?

O Elétrico tem um público muito forte e intenso, que participa muito nos jogos e querem estar sempre presentes, a tal alma Elétrico que querem passar para dentro de campo e para os jogadores, e que é muito importante para nós, ter esse apoio, é sempre um jogador extra.

Quais são as expectativas para o jogo com o Benfica?

As expectativas, seja contra que adversário for, são sempre as mesmas, nós jogamos para ganhar, para tentar impor o nosso jogo, vamos jogar para tentar construir o nosso jogo e mandar no jogo, se o Benfica tiver capacidade para nos contrariar e for mais forte que nós, tudo bem, mas tudo faremos para que isso não aconteça, essa é a nossa mentalidade, olhar olhos nos olhos todos os nossos adversários e depois lá dentro decide quem estiver melhor. Obviamente que não temos uma equipa com os nomes individuais como tem o Benfica. Estamos a falar de Benfica e Sporting que são das melhores equipas a nível mundial, mas se isso já estivesse decidido à partida nem valia a pena jogar, e a mentalidade não vai ser estar à espera para jogar no contra-ataque, não, vamos jogar o jogo pelo jogo, vamos tentar mandar no jogo, colocar na prática aquilo que temos andado a trabalhar, porque temos qualidade, temos bons jogadores que têm muita qualidade na construção do jogo, e vamos jogar para maximizar os nossos pontos fortes e não estar só à espera dos pontos fracos do adversário.

Uma última palavra para os adeptos?

A Alma Elétrico é o sexto jogador desta equipa e assim sendo precisamos do apoio dos adeptos. É um jogo muito difícil, apesar de nós termos a ambição de jogar e de assumir a partida, temos a consciência que estamos a jogar contra uma das melhores equipas mundiais, que nos vai dificultar imenso a tarefa e que nos vai criar muitos problemas no jogo, mas faz parte do crescimento também conseguir contrariar estas situações contra grandes adversários, porque jogar contra adversários mais acessíveis – que não vai haver mais este ano – é mais fácil, mas estamos preparados para jogar contra equipas mais competitivas. O elétrico não é a melhor equipa do campeonato, teoricamente, mas vai fazer tudo para o ser. Não é um objetivo que tenhamos mas temos de ter o foco de que podemos melhorar e aproximarmo-nos dos grandes e é isso que estamos a trabalhar e a fazer e é para isso que também contamos com o público. Há dias que as coisas correm bem, há dias que correm mal, mas temos sempre de contar com o público e isso é que é mais importante, com a ajuda do público tudo se torna mais fácil.

O Eléctrico vai defrontar o Benfica este sábado e conta com o apoio dos adeptos para vencer o desafio. Foto arquivo: mediotejo.net

O presidente do Eléctrico, Vítor Martins, não escondeu a satisfação pelo arranque auspicioso da época ao nível do futsal na Liga Placard, a ambição de elevar o clube, a cidade e a região, e apelou aos adeptos que encham o pavilhão para assistir ao melhor futsal do mundo, afirmou, lembrando o título mundial conquistado este ano por Portugal. “Somos campeões mundiais e o Eléctrico está na melhor Liga de futsal do mundo”, afirmou, lançando o convite para que todos adquiram o seu ingresso o quanto antes, para assistir e apoiar duas das maiores equipas nacionais.

Vitor Martins, presidente do Eléctrico Futebol Clube. Foto: mediotejo.net

ÁUDIO | VITOR MARTINS, PRESIDENTE DO ELÉCTRICO FC:

“Realmente foi uma entrada boa, com um bom resultado e uma boa exibição, a equipa esteve bem, e realmente respondeu às nossas ambições e desejos. Claro que estamos a falar de um campeonato difícil, um campeonato muito competitivo, onde todas as equipas se apetrecharam muito bem e nós tentamos também ter uma equipa equilibrada e competitiva que dispute o resultado jogo a jogo e que o mais rápido possível consigamos chegar ao nosso objetivo que é assegurar a manutenção. Depois disso claro que nós queremos estar nas decisões e vamos trabalhar para que isso aconteça. Claro que como toda a gente sabe, neste deporto passamos do melhor ao pior num ápice, e temos que ter os pés bem assentes no chão e saber as nossas condições e valias mas acreditamos muito no valor dos nossos jogadores, da nossa equipa técnica, dos nossos diretores, de toda a estrutura e temos realmente o desejo, e iremos certamente fazer um campeonato dentro daquilo que nos propomos e é isso que iniciamos bem e esperamos que agora no próximo sábado ao receber o Benfica, uma das melhores equipas do mundo, também consigamos responder e que façamos um jogo muito competitivo e que certamente iremos disputar o jogo pelo jogo e no final veremos quem foi o melhor”.

Como se processa os bilhetes e as entradas para este jogo com o Benfica?

É muito bom podermos contar com os nossos adeptos, felizmente já podemos contar com um pavilhão cheio, é um apoio muito importante para o elétrico, estarmos no pavilhão a vibrar e certamente que no sábado teremos um pavilhão muito bem composto a puxar todos para o mesmo lado, para que o Elétrico consiga fazer uma boa exibição e todos acreditamos num resultado positivo. Claro que temos consciência que vamos disputar o jogo com uma das melhores equipas do mundo, sabemos também as limitações que temos, mas não é isso que tira a ambição e a alma do Elétrico para fazermos um grande jogo. Em relação aos bilhetes, vamos ter os bilhetes à venda a partir de quarta feira aqui na loja do clube e depois também nas bilheteiras do pavilhão, duas ou três horas antes do encontro, e já agora aproveito para dizer a toda a gente que contamos com todos, esperamos que o pavilhão esteja cheio e que possamos todos juntos celebrar um jogo de futsal do melhor nível, até porque somos campeões do mundo e temos de dignificar ao máximo esta modalidade”.

O jogo de sábado entre Elétrico e Benfica está agendado para as 14:00, no Pavilhão Municipal de Ponte de Sor.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome