Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol/Inatel | São Miguel apura-se para a final à custa de um Alcaravela perdulário (C/FOTOS/AUDIO)

CASA DO POVO DE S.MIGUEL DO RIO TORTO   2  –  GRUPO DESPORTIVO DE ALCARAVELA   1

- Publicidade -

Equipas saúdam o muito público presente no Farinha Pereira

Campeonato Distrital de Santarém do INATEL – Série 2- Meia Final
Campo de Jogos Farinha Pereira
S.Miguel do Rio Torto
13-05-2017

- Publicidade -

Equipa de arbitragem: Paulo Neves, António Nunes e Tiago Vicente com os capitães

Com um céu cinzento, a ameaçar chuva, por vezes com bastante vento, com um pelado cuidado, encontraram-se para discutir uma presença na Final do Inatel os conjuntos de São Miguel do Rio Torto e Alcaravela, duas equipas vizinhas (Abrantes e Sardoal) que se conheciam perfeitamente, estiveram no mesmo grupo na fase regular, com argumentos para esgrimir neste jogo.

Entrou forte a equipa de Alcaravela e no minuto inicial já carimbava a trave da baliza de João Gomes com centro remate de qualidade. Ainda o S. Miguel procurava entrar no jogo e nova situação de perigo aconteceu na sua área. João Gaspar entrou pelo lado direito da área, a rematar forte para valorosa intervenção de João Gomes, com o pé.

Só dava Alcaravela e a equipa do concelho de Abrantes tentava perceber o que fazer perante tal avalanche ofensiva.

Aos 12 minutos nova investida de João Gaspar, que na cara de João Gomes, remata ao lado. Dois minutos depois foi Victor Pissarreira a rematar ao lado. Tentava o S. Miguel libertar-se deste espartilho e aos 15 minutos, Rafa de longe tenta visar a baliza de Pedro Duque com o remate, prensado num adversário a acabar por sair ao lado.

No meio campo assistiu-se a bons duelos individuais

A ansiedade instalada na equipa da casa ia-lhe valendo um dissabor quando no minuto seguinte Victor Pissarreira volta a isolar-se e a rematar por cima.

À passagem da metade da primeira parte o jogo já era mais repartido e João António, de cabeça, na cobrança de um canto a atirar por cima da baliza de Duque. Três minutos volvidos novo falhanço de João Gaspar, a rematar por cima numa assistência a bom cruzamento da direita.

Público foi brindado com jogo emotivo

Aos 28 minutos o S. Miguel, finalmente, constrói uma jogada de ataque e Pedro Duque faz uma enorme defesa negando o golo. Na resposta a equipa do concelho de Sardoal conquista um livre descaído pela esquerda. Novamente Victor Pissarreira cabeceia ao lado.
Aos 32 minutos João Gaspar entra em dribles e consegue cruzar para falhanço de Pedro Antunes.

A 3 minutos do descanso o S. Miguel volta a usar as subidas de Gonçalo Alves pela ala direita para criar perigo. No entanto o remate saiu por cima. Na resposta, na sequência de uma reposição lateral, foi Pedro Bento a tentar, de meia distância, visar a baliza dos da casa, sem sucesso. Com este lance esgotou-se o tempo para jogar na primeira parte.
Foi um primeiro tempo emotivo, com futebol de fraca qualidade, onde o peso da qualificação terá pesado no discernimento. Penalizador para o Alcaravela que dispôs de mais e melhores oportunidades. O descanso fez bem à equipa da casa, pareceu ter serenado.

Pedro Duque resolve a soco uma rara ocasião de S. Miguel na 1ª parte

Logo no recomeço André Neves, num cruzamento venenoso, obrigou Pedro Duque a defesa apertada para canto. Aos 46 minutos começa a emergir o homem que resolveu o jogo. David Fontinha entra na área em velocidade obrigando Duque a arrojar-se aos seus pés, a resolver. Para os 15 minutos da etapa complementar estava guardado o momento de viragem no jogo.

Como o coletivo de S. Miguel teimava em não funcionar Gonçalo Oliveira resolve “tirar um coelho da cartola”, driblando meio mundo e assim que vislumbrou a baliza de Duque rematou a propósito levando a bola a embater na trave entrando nas costas deste. Bom golo a inaugurar o marcador. O S. Miguel veria ser anulado um golo por fora de jogo cinco minutos depois. Atitude corajosa e acertada do assistente de Paulo Neves.

David Fontinha ao marcar golo decisivo tornou-se o “herói do jogo”

Aos 64 minutos Victor Pissarreira volta a atirar por cima na sequência de um canto.
Perdulária a equipa que joga em Santa Clara. Na resposta David Cabaço, que sobe e cria perigo nas bolas paradas da sua equipa, a cabecear ao lado na cobrança de livre.
Quem não marca sofre…

Ao desperdiçar oportunidades para ampliar a vantagem o S. Miguel acabou por sofrer o empate num lance confuso na sua área com o recentemente entrado TóZé Dias a empurrar para o fundo da baliza. Foi à passagem da meia hora do segundo tempo.
Com dez minutos para jogar ninguém queria entregar o “ouro aos bandidos”…

Mas havia um jogador da equipa da casa muito inconformado, David Fontinha, e após um primeiro ensaio falhado resolveu pegar no esférico e imitar o seu colega Gonçalo Oliveira, driblando quem lhe opôs resistência e rematando fora do alcance de Pedro Duque.
Estava feito o resultado, já no terceiro minuto de descontos, com mais um golo magnífico.

Inédito: três gerações em festa, João Gomes é felicitado pela mãe e avó

Quando Paulo Neves apitou pela última vez o S. Miguel estava na Final do INATEL, 2ª série, com mérito e estrelinha de campeão. O Alcaravela que deixou excelente impressão pode queixar-se da sorte e da falta de eficácia.

Fez-se a festa no balneário do S. Miguel.

A arbitragem de Paulo Neves e seus pares resume-se numa palavra: excelente. No final do jogo, em que o São Miguel assegura a representatividade do concelho de Abrantes na grande Festa do Futebol/Finais do Inatel, no domingo, dia 21 de maio, em Fátima, o vereador com o pelouro do Desporto da CM Abrantes, Luís Correia Dias, deixou o seu comentário aos microfones do mediotejo.net:

FICHA DO JOGO

Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto

CASA DO POVO DE S. MIGUEL:
João Gomes, Gonçalo Alves, David Cabaço, João António, Manuel Gaio, Rafael Coelho, André Neves, Gonçalo Oliveira, David Fontinha, Diogo Martins (Paulo Pereira) e Duarte Lopes (José Miguel).
Suplentes: Arsénio, José Gaio, José Miguel, Belarmino, Ricardo Alves e Paulo Pereira.
A opinião do treinador, Manuel Cabaço:

Grupo Desportivo de Alcaravela

GRUPO DESPORTIVO DE ALCARAVELA:
Pedro Duque, João Martins, Renato Dias (Rui Serras), Daniel Marques (Daniel Gonçalves), Pedro Bento, Victor Pissarreira, Pedro Antunes, Bruno Gaspar, Rui Pita (TóZé Dias), João Gaspar e André Lobato.
Suplentes: Fábio Meneses, Rui Serras, TóZé Dias, Jorge Pedro, Fábio Pita e Daniel Gonçalves.
A opinião do treinador, Rui Serras:

GOLOS: Gonçalo Oliveira e David Fontinha (S. Miguel) e TóZé Dias (Alcaravela)

EQUIPA DE ARBITRAGEM: Paulo Alves, António Nunes e Tiago Vicente.

 

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome