- Publicidade -

Futebol/INATEL | Rossiense conquista vitória em São Miguel do Rio Torto

CASA DO POVO DE S.MIGUEL DO RIO TORTO 0 – UNIÃO DESPORTIVA ROSSIENSE 2
Liga INATEL- Santarém (Grupo G-1ªfase-1ªjornada)
Campo Farinha Pereira
S.Miguel do Rio Torto
07-10-2017

- Publicidade -

Lutou-se muito a meio campo.

Numa tarde quente, sem vento, com o horizonte enegrecido pelo fumo dos incêndios encontraram-se no Farinha Pereira dois vizinhos, da mesma união de freguesias, afim de dar o tiro de partida da liga INATEL 2017/18. O S.Miguel, pelo factor casa e pelo percurso na época transacta, era favorito. O Rossiense apresentou-se com bastante solidez defensiva, um meio campo bem preenchido à procura de lançar o contra ataque.

- Publicidade -

O primeiro sinal de perigo, ainda com as equipas a encaixarem, foi na defensiva rossiense com Pipo a aliviar com força, a bola bateu num colega e sobrou para Gala que atirou ao lado. Estávamos no sexto minuto. Aos 11 o S. Miguel beneficiou de um livre direto mas João António atirou de forma a permitir a defesa do guarda redes rossiense.

A primeira metade do jogo foi disputada sempre a meio campo com as defesas a superiorizarem-se aos ataques.

Gala foi a referência atacante do S.Miguel.

O Rossiense deu mostras de poder criar problemas e China desferiu potente remate que saiu por cima aos 14 minutos. Passados dez minutos foi a vez de Perninhas se isolar e rematar ao lado. O Rossiense estava mais acutilante. À passagem do minuto 32 beneficiou de um livre direto, ainda longe da área, e o cruzamento saiu fácil para o guarda redes Filipe Dias que complicou ao largar o esférico. Conseguiu emendar e resolver.

Até ao apito para o descanso não se registou nenhuma situação difícil para nenhum dos conjuntos e o nulo aceitava-se.

Muito calor obrigou a hidratação constante.

Zinha, treinador da UDR, já havia sido obrigado a tirar China por lesão resolveu deixar Lérias no banho e lançou na partida o jovem Lúcio, um jogador rápido e batalhador.
O futebol da equipa de Rossio tornou-se mais atacante, jogando à largura do campo e começou a criar muitos problemas defensivos à equipa da casa.

Aos 12 minutos da segunda parte em rápido contra ataque Perninhas surgiu, liberto de marcação, em zona frontal e só com o guarda rede Filipe Dias pela frente executou um chapéu perfeito abrindo o marcador. Belo golo…

Perninhas executa chapéu perfeito e abre o marcador.

O S.Miguel reagiu e partiu em busca do golo, de forma a limitar estragos e aos 56 minutos poderia tê-lo conseguido numa tremenda atrapalhação na área rossiense resolvida a contento por Pipo. O S.Miguel jogava com as linhas mais subidas com o lateral Fontinha muitas vezes a incorporar-se no ataque.

Esta postura atacante deixava espaços que os homens do Rossio iam explorando e aos 63 minutos Lúcio desencadeou rápido contrataque, serviu Leandro que em boa posição rematou ao lado. No minuto seguinte um cruzamento do lado esquerdo do ataque visitante serviu Gafa que falhou o golo na cara do guarda redes.

Filipe Dias resolve situação de apuro na área da casa.

O S.Miguel continuava à procura do golo. De bola parada, num livre de muito longe, David Cabaço rematou com muita força mas Nuno António defendeu com segurança, em cima da meia hora de jogo no segundo tempo. Volvidos dois minutos o S.Miguel ganhou um canto e na viagem da bola esta terá sido tocada com a mão. O árbitro, bem colocado, entendeu ser bola na mão e mandou jogar.

A faltarem quatro minutos para o tempo regulamentar, com o S.Miguel balanceado no ataque, o Rossiense ganhou a bola, lançou Leandro que à saída do guarda redes rematou em arco fazendo mais um golo de belo efeito.

Com pouco tempo para jogar, ainda assim, o S. Miguel tentou reagir e em cima dos 80 minutos, tempo de jogo nos campeonatos do INATEL, Gala rematou dentro da pequena área para a defesa de Nuno António. O árbitro concedeu quatro minutos de compensação e no terceiro deles novo contra ataque da UDR com o avançado a carregar o
guarda redes e a anular o lance.

Perninhas, com a oposição de Rafa, tenta lançar mais um contrataque.

De seguida o árbitro João Simões apitou pela derradeira vez na partida.
Vencedor justo pela eficácia colocada em contra golpes bem urdidos. O S. Miguel, jogando abaixo do habitual, mostrou que tem argumentos. Boa arbitragem. João Simões privilegiou o diálogo aos cartões e soube segurar o jogo. Bem auxiliado.

Lúcio deu muito trabalho à defensiva da casa.

FICHA DO JOGO

CASA DO POVO DE S.MIGUEL DO RIO TORTO:
Filipe Dias, David Fontinha, David Cabaço, João António, Bruno (Zé Miguel), Rafa, Gonçalo, Duarte, Diogo Martins, João salgueiro (Tomáz) e Gala.
Suplentes não utilizados: João Gomes, Sérgio Gonçalves e Diogo.
Treinador: Jorge Sobral.

Casa do Povo de S.Miguel do Rio Torto.

UNIÃO DESPORTIVA ROSSIENSE:
Nuno António, Poupino (Marco), Dinga, Pipo, Ricardo, Garrido, China (Renato), Leandro, Gafa (Jorgito), Lérias (Lúcio) e Perninhas (Pedro).
Suplentes não utilizados: Dário e Miguel.
Treinador: Zinha.

União Desportiva Rossiense.

GOLOS: Perninhas e Leandro (UDR).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
João Simões, Sérgio Morujo e João Alcobaça.

Equipa de arbitragem: João Simões, Sérgio Morujo e João Alcobaça com os capitães de equipa.

No final ouvimos ambos os técnicos:

Mário Lopes-Treinador adjunto de S.Miguel.

Zinha-Treinador da UDR.

*Com David Pereira (fotos).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -