Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | Wemerson foi o goleador de serviço na vitória do Tomar sobre o Samora

Era um dos jogos mais esperados deste fim de semana, no campeonato da 1ª divisão distrital. O Samora Correia a fazer um bom campeonato recebia um União de Tomar em ascensão, uma equipa orientada por Lino Freitas que está a subir na classificação rumo aos primeiros lugares onde queria andar e que, devido aos pontos perdidos no inicio do campeonato, só agora está a chegar aos lugares de pódio. O Tomar venceu por 0-5, com três golos a serem apontados pelo brasileiro Wemerson, o goleador de serviço mas o resultado é muito penalizador para o trabalho desenvolvido pelo conjunto de Samora Correia.

- Publicidade -

Olhando para a tabela e para o que tinham feito até aqui esperava-se um bom jogo, com golos e resultado indefinido até ao fim.

- Publicidade -

Mas mais uma vez o União de Tomar entrou bem e começou a resolver cedo  a partida, pois Wemerson aos dois minutos fez o primeiro golo e  à  passagem do primeiro quarto de hora o mesmo Wemerson sofreu uma grande  penalidade que o próprio converteu no segundo golo.

Começaram aqui os problemas para a equipa da casa, pois na sequência da  grande penalidade dois jogadores do Samora Correia viram cartão  amarelo, inclusive o seu guarda redes Sérgio  Antunes, que após a  grande penalidade não gostou de ver os jogadores do União de Tomar a  festejar à sua frente, tendo proferido algumas palavras para os  jogadores nabantinos, levando o árbitro a mostrar novamente o cartão  amarelo o que deu expulsão. O Samora Correia ficava a perder por dois  e reduzido a dez.

No entanto, mesmo a jogar com menos um, o Samora nunca baixou os braços, podia ter empatado o jogo antes de ter sofrido o segundo golo, e podia  até ao intervalo ter marcado por mais do que uma vez, tendo enviado duas bolas aos ferros.

Mas ainda antes do intervalo houve mais duas expulsões, Aldirio não conformado com um fora de jogo, levou longe demais os seus protestos e ações tendo sido excluído do jogo com duplo amarelo. Pouco depois foi  a vez do União de Tomar ficar sem um jogador, porque Chrystian Pedroso  reagiu mal a uma entrada de um jogador da casa e viu o vermelho direto.

Para a segunda parte regressou o Samora Correia sem dois jogadores e o  União de Tomar sem um. Mesmo assim, mais uma vez, eram os jogadores da casa a conseguir incomodar a defesa do União de Tomar. Porém, à passagem da  hora de jogo, Ricardo Pais fez o terceiro golo e quase sentenciou o  jogo, pois a desvantagem criada dava aos jogadores do União de Tomar a  tranquilidade necessária para controlar a partida, sendo que com o  desenrolar do jogo o cansaço começou a ser mais notório nos jogadores  da casa, aproveitando o União de Tomar para dilatar o resultado final,  algo que a equipa da casa não merecia, pela forma como sempre se  entregou ao jogo.

O arbitro Diogo Martinho veio com muita sensibilidade para este jogo indo ao bolso facilmente buscar cartões, o que originou três expulsões  na primeira parte, cenário que estragou o ambiente dentro e fora de campo, e que dificultou o trabalho da equipa de arbitragem.

O União de Tomar goleou em Samora Correia por 0-5, num dos resultados mais desnivelados da jornada. Foto de arquivo: mediotejo.net

Arbitro, Diogo Martinho

Assistentes, João Faria e, Tiago Martinho

Samora Correia

Sérgio Antunes, Ivan, Pedro (João Vitor), David (Ricardo Carrelha), Edgar (Armando), Daniel Capitão, Zé Luís, André Sousa (Carlitos),Dylan,  Aldirio, Duarte

Treinador, Miguel Rodrigues

Suplentes Não Utilizados, Caveira, Paulo, Milheiro.

U. Tomar:

Fábio Silva, David Vieira (Diogo Gaspar), Fábio Vieira, Filipe Cotovio, Rui China, Nuno Rodrigues, Luis Pedro, Bruno Araújo(Douglas), Miguel Arcangelo (Ricardo Pais), Chrystian Pedroso, Wemerson (Rui Pedro Lopes).

Treinador, Lino Freitas

Suplentes não Utilizados, João Pedro, Espadinha, Telmo Ferreira.

Golos: Wemerson aos 2, 16 e 79, e Ricardo Pais, aos 57 e 90+2

*Jorge Duarte/parceria mediotejo.net e rádio Hertz

 

Irreverente, frontal e critico. Nasceu em Abrantes no melhor ano do
século passado: 1969, ano em que o Homem foi à Lua. Nos tempos de liceu queria ser jornalista, tendo optado por essa área, onde pela mão do Prof. Alcino Serras deu os primeiros passos na profissão, tendo começado mais a sério na Radio Antena Livre, no final da década de 80. Desde essa altura, o 'bichinho' ficou, tendo colaborado com várias rádios e jornais. Gosta de colecionar amigos e de se dar bem com toda a gente (mesmo sabendo que isso não é possível).

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome