Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Setembro 16, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | União de Tomar pune adepto por atitudes e insultos racistas (C/AUDIO)

A direção do União de Tomar, centenário clube do distrito de Santarém, não deixou passar impune atitudes discriminatórias e insultos racistas proferidas por um seu adepto no ultimo jogo em casa perante a equipa do Cartaxo, e decidiu impedir a entrada do sócio no Estádio Municipal durante algum tempo. As atitudes discriminatórias, segundo o presidente do clube, não se coadunam com a história e a maneira de estar no desporto por parte do União de Tomar.

- Publicidade -

“O que se passou foi que um adepto nosso, e que já foi atleta do clube, chamou nomes a um atleta da equipa contrária por ser de cor, algo que não é passível de aceitar num clube com a história do União de Tomar. Não só pela história de 106 anos do clube mas porque essa não é a nossa maneira de estar no desporto e no futebol”, disse Abel Rosa Bento ao mediotejo.net.

Segundo o presidente da direção do União de Tomar, o clube vai penalizar o adepto “com a não entrada no estádio durante um período de tempo”, que não especificou, tendo feito notar, no entanto, ser importante que o sócio em causa “assuma o que fez, reconheça o erro, e peça desculpa, para que tal não se repita”.

- Publicidade -

“Acredito que não tenha pensado no que fez e que esteja arrependido mas o clube não pode permitir comportamentos deste género”, vincou, tendo o clube nabantino publicado um comunicado na sua página oficial onde repudia a atitude do seu adepto e pede desculpas ao atleta do Cartaxo.

O União Futebol Comércio e Indústria de Tomar, clube fundado em maio de 1914, tem em curso um processo de certificação da sua formação e apresentou uma candidatura à Bandeira Nacional da Ética e Fairplay.

Comunicado

“Vem a direção do União Tomar lamentar profundamente a atitude menos própria do seu associado (…) em relação ao atleta do Sport Lisboa e Cartaxo sad (…),entendemos que este tipo de atitudes devem ser banidas do futebol seja amador ou profissional. Pedimos desculpa ao atleta por tal atitude assim como ao sport Lisboa Cartaxo sad, assumindo desde já uma uma penalização ao nosso associado de forma a que tal não volte a acontecer da parte do mesmo ou de outro qualquer.

Defendemos o fairplay. Somos contra qualquer atitude de descriminação. Mais uma vez pedimos desculpa ao atleta e ao seu clube por tal atitude, assumindo nós lutar contra qualquer tipo de descriminação.

O futebol não tem “cor ou nacionalidade” nos seus praticantes”.

A direção do União Tomar

 

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome