Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol: União de Almeirim conquista primeira Taça do Ribatejo em Juniores ao vencer o Fátima (com áudio)

1 de maio de 2016, 15.30 horas, Entroncamento

- Publicidade -

Taça do Ribatejo de Juniores – Final

União Futebol Clube de Almeirim 1 – Centro Desportivo de Fátima 1

- Publicidade -

(4 – 1 no desempate pela marcação de grandes penalidades)

Crónica do jogo por Jorge Beirão

Complexo Desportivo do Bonito na cidade de Entroncamento, tarde quente de sol, relvado sintético em boas condições, público em bom número, as duas bancadas bem preenchidas. Duas boas equipas que chegaram à final desta competição e que no Campeonato Distrital de Juniores da 1ª Divisão, terminaram na 5ª e 6ª posições, respetivamente. Como se previa ou que percecionamos, logo na aplicação no chamado aquecimento, a que nós designamos, período preparatório para a competição, assistimos na primeira a um jogo bastante equilibrado e com bom ritmo, pese embora a temperatura elevada que se fez sentir.

Constatámos uma grande preocupação por parte do União de Almeirim em não deixar que o Fátima criasse desequilíbrios no meio campo, preenchendo bem esse espaço e beneficiando de uma grande concentração competitiva por parte dos seus atletas nesse setor salientando-se em especial Dudu e Marco. A equipa de Fátima ia tentando marcar o ritmo de jogo com a mobilidade constante dos seus jogadores de meio campo, tentando colocar a bola em boas condições para a criatividade de Tiago Luzio e Alex, só que a equipa de Almeirim pelo que já referenciamos não dava “abébias”.

Houve alguns lances de perigo junto da baliza de uma e de outra equipa, mas a displicência devido à ansiedade da concretização ia fazendo o seu efeito, mas também por culpa dos guarda-redes, que se revelaram sempre muito atentos e com intervenções excelentes. Recordamos, como exemplo, uma defesa de Leo neste primeiro tempo, voando para o esférico e agarrando firme a um remate bem colocado do ataque almeirinense (pareceu-nos efectuado por Rafa), proporcionando a chamada defesa para a fotografia.

_MG_2633
Anjos nas alturas desvia ao primeiro poste…

_MG_2635
…mas à “boca” da baliza só apareceram defensores fatimenses a afastar o perigo

Isto num período em que a equipa que viajou da lezíria já assumia algum ascendente na partida, com um futebol mais direto tentando servir João Anjos, que devido à sua capacidade técnica de realce e aliada a uma velocidade explosiva importante, criava alguma preocupação aos centrais fatimenses. Mas só isso, porque neste jogo esteve aquém daquilo que na realidade sabe fazer.

_MG_2641
Neste lance o Fátima pediu penalti, mas a bola bate apenas no peito do defesa de Almeirim

O CDF também preocupava e principalmente quando conseguia colocar a bola no chão. Com trocas de bola constantes a toda a largura do terreno e ainda quando ultrapassava a primeira linha defensiva do adversário, era preocupante e lá se ouvia Sardinha a tentar corrigir a marcação dos colegas aos dianteiros contrários.

_MG_2610
Lance de perigo junto da baliza de Almeirim, em que Quim Zé em boa posição atira ao lado

Primeiro tempo sem golos num jogo com algum interesse principalmente nos lances de bola parada que criavam alguma expetativa.

Depois do intervalo as equipas mostraram a mesma concentração, mas começaram a cometer alguns erros. Notou-se isso na equipa de Fátima, erros de marcação e alguns passes transviados, nos primeiros momentos da segunda parte. É numa recuperação de bola por parte do União a meio campo, que Marco arranca pelo corredor esquerdo entra na área, saindo ao seu encontro o guarda-redes Leo derruba o seu adversário dando origem a uma grande penalidade, sem margem para dúvidas.

IMG_8270 Leo rasteira o jogador de Almeirim. Penalti.
Falta de Leo sobre Mário que Rui Inácio prontamente assinalou

Santos, chamado à marcação, fez o primeiro golo da partida, estavam decorridos 49 minutos de jogo.

IMG_8274 Leo Santos inaugura o marcador para o U.F.C.A. (1)
Santos marcou de forma irrepreensível a grande penalidade que colocou o Almeirim em vantagem

A equipa do C.D. de Fátima, parece não ter sentido o golo e continuou com o seu trabalho mantendo um ritmo competitivo bastante interessante, o que se veio a refletir na equipa adversária. Aos 60 minutos de jogo Marco Santiago é obrigado a fazer uma substituição na sua equipa, devido a problemas musculares por parte de Ricardo, que já tinha sido assistido devido a problemas com cãibras. Curiosamente alguns jogadores do União de Almeirim, começam a ter problemas dessa natureza, mas recuperaram mantendo-se em campo.

Entretanto o Fátima vai adquirindo uma supremacia na luta a meio campo e começam os problemas para a equipa de Almeirim, que quando perdia a bola, tinha uma recuperação defensiva preocupante, pois alguns atletas começavam a demonstrar grandes dificuldades em recuperar no terreno, dando espaço de manobra ao adversário.

É numa dessas situações que os fatimenses ganham supremacia e a defensiva contrária tem que fazer falta para impedir a progressão para a sua baliza. Livre marcado para o interior da área e o defesa Thomas antecipa-se a todos os adversários e de cabeça atira para o melhor sítio e restabelece a igualdade, estavam decorridos 67 minutos de jogo.

IMG_8279 Thomas empata a partida (1)
Thomas (número 3) restabelece a igualdade

Entretanto os problemas físicos do União F.C. de Almeirim agravam-se e acontecem algumas interrupções no jogo para prestar assistência a alguns jogadores. Estas paragens até foram benéficas porque proporcionavam aos outros atletas uma correria até ao banco dos responsáveis para saciar a sede e quebrar um pouco o ritmo.

IMG_8287 Leo evita o pior
Leo evita golo de Anjos com uma excelente intervenção

Aos 80 minutos mais uma substituição forçada, pelos motivos já referenciados, sai Dudu e entra Rodolfo. Dudu médio defensivo que por várias vezes impediu o pior, uma má notícia para Marco Santiago, faltando ainda jogar cerca de 10 minutos. Mas o jogo não sofreu alteração até final pese embora a boa prestação do ataque de Fátima, no entanto os defesas contrários conseguiram ser melhores, superando as dificuldades apresentadas. Ainda se jogaram seis minutos de tempo adicional, compensando as interrupções operadas na partida, onde a equipa do C.D. Fátima mesma a finalizar poderia ter desfeito o empate mas o Sardinha estava lá.

IMG_8291 O CDFátima tentou até final
O Fátima tentou até ao último minuto chegar à vantagem mas o acerto defensivo e o guarda-redes de Almeirim não deixaram

Passou-se de seguida ao desempate através da marcação de Grandes Penalidades. Na equipa da União marcaram e concretizaram os penaltis, Ventura, Santos, Pipoca e Ferreirinha, por esta ordem. Por sua vez na equipa de Fátima, Alex marca o primeiro penalti e concretiza em golo, Thomas marca o 2º penalti e falha, Quinzé também falha o penalti e o árbitro declara vencedor a União de Futebol Clube de Almeirim, que concretizou os quatro penaltis enquanto os rapazes de Fátima falharam dois dos três marcados, como já referido.

Vitória por 4 – 1 em penaltis após o empate a uma bola no tempo regulamentar. Mais uma vez e no mesmo campo a equipa de Almeirim foi feliz na “lotaria” dos penaltis.

IMG_8322 (1)
A festa azul e branca com a Taça do Ribatejo

Para além da Taça do Ribatejo entregue à equipa vencedora foi também votado (pelos repórteres e jornalistas acreditados) o Homem do Jogo, tendo a votação sido vencida por Tiago Luzio do Centro Desportivo de Fátima.

IMG_8307 Prémio para o jogador da final - Tiago Luzio do CDFátima
Tiago Luzio foi eleito o Homem do Jogo

Quanto ao árbitro Rui Inácio e seus assistentes, Pedro Ferreira e Francisco Pereira, com Rita Marques como quarto árbitro, realizaram um trabalho bastante aceitável, com boa coordenação entre os elementos da equipa, e fisicamente bem preparado. Pareceu-nos errar em algumas faltas que assinalou, mas como esteve sempre perto dos lances damos-lhe o benefício da dúvida. No penalti assinalado a favor da União de Almeirim, esteve bem, penalti sem dúvida. No que respeita ao quarto árbitro “ouviu das boas” (como é costume dizer-se), principalmente no declinar da partida, por parte de alguns assistentes bastantes incorretos e sem razão absolutamente nenhuma, porque dentro da sua função cumpriu plenamente.

Apenas mais um reparo, constatamos que os jogos da final da taça Ribatejo, tanto nos Juniores, como no jogo de seniores, foram “dirigidos” por árbitros dos quadros nacionais, não concordamos, porque seria mais acertado que as finais fossem dirigidos por árbitros do quadro distrital, por se tratar de uma competição desse nível e a festa do futebol distrital estaria mais completa, com jogadores e árbitros distritais. A não ser que o regulamento da competição defina que estes jogos são dirigidos por árbitros do quadro nacional!

Ficha do jogo

Campo nº2 do Complexo Desportivo Municipal do Bonito

Árbitros: Rui Inácio, Pedro Ferreira, Francisco Pereira e Rita Marques (4º árbitro)

_MG_2522
Francisco Pereira, Rita Marques, Rui Inácio e Pedro Ferreira

CD Fátima

Leo, Thomas, Saraiva, Gonçalo, Graça, Sousa (Moura), Tiago Luzio, Miccoli, Edu, Alex e Quim Zé

Suplentes: Wilson, Paulo, Tommy, Moura, Miguel, Tó Miguel e Afonso

Treinador: Telmo Pinto

_MG_2528
Centro Desportivo de Fátima

UFC Almeirim

Sardinha, Maxi, Tiago, Ventura, Ferreirinha, Dudu (Rodolfo), Mário, Santos, Rafa, Anjos e Ricardo (Pipoca)

Suplentes: Boazinha, Bernardo, João Marques, Rodolfo, Jorge Sampaio, Filipe e Pipoca

Treinador: Marco Santiago

_MG_2537
União Futebol Clube de Almeirim

Marcadores: Thomas (67’) ; Santos (49’)

Cartão amarelo: Leo (49’) e Miccoli (87’) ; Mário (8’) e Tiago (89’)

 

A opinião dos treinadores:

Marco Santiago (União de Almeirim)

_MG_2558
Marco Santiago

 

Telmo Pinto (Fátima)

_MG_2554
Telmo Pinto

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome