Quinta-feira, Março 4, 2021
- Publicidade -

Futebol: U.Tomar podia ter resolvido mas acaba a sofrer no Pego (com áudio)

Pego, 2 de Outubro de 2016, 15 horas

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da A.F.S.

4ª Jornada

- Publicidade -

Casa do Povo do Pego 0 – União Futebol Comércio e Indústria de Tomar 1

Primeiros minutos de jogo de grande pressão dos nabantinos sobre o último reduto pegacho, que ia defendendo muito perto da sua área e sustendo o ímpeto forasteiro como conseguia. Na retina ficam duas boas oportunidade para o União de Tomar. Aos 16 minutos Tiago Vieira atira ao poste e na recarga ao próprio remate, o melhor que consegue é atirar contra Daniel. Aos 23, foi Fábio Vieira que se antecipou a toda a gente, guarda-redes incluído, e só não marcou porque o cabeceamento saiu por cima. Com o passar do tempo o Pego foi equilibrando mais as operações, subiu a defesa, retirou mais espaço ao adversário e com isso conseguiu manter o adversário mais longe da sua baliza. No entanto, no ataque os pegacho iam sendo muito discretos, embora ao minuto 26 tenham reclamado uma grande penalidade. Lance dividido entre defesa e atacante e os da casa reclamaram ação faltosa de Joca, mas não foram ouvidos por Samuel Dionísio. Antes do apito final dois lances de frisson junto das balizas, com os guarda-redes a mostrarem a sua qualidade. Primeiro foi Joca de cabeça, aos 42 minutos, a obrigar Daniel a voar e a defender junto à barra. Depois foi Basílio, em cima dos minuto 45 de livre, a obrigar Telmo a arrojar-se ao pelado.

Ao intervalo empate a zero, que premiava a boa organização defensiva e empenho do Pego, e que penalizava os tomarenses por serem muito perdulários na hora da finalização.

No segundo tempo a toada foi de maior equilíbrio, mas Lino Freitas tinha a chave do jogo guardada. Lança Miguel Arcângelo e Diogo Moreira, dois jogadores rápidos que criaram dificuldades ao último reduto da casa. Foi inclusivamente Diogo Moreira, que aos 61 minutos, numa jogada de inspiração que faz o único golo da partida. Tira dois adversários da frente, quando lhe aparece o terceiro, com uma finta curta tira-o do caminho e remata sem hipótese para Daniel. O golo trouxe novos dados ao jogo. Os nabantinos recuaram as linhas e os pegachos subiram mais no terreno. Se até aqui tinham sido os forasteiros a ter mais a bola nos pés, daqui para a frente a posse foi repartida e o Pego teve momentos em que esteve por cima no jogo. Houve situações junto das duas balizas para alterar o resultado, mas os ataques não foram produtivos. O Pego perde aos 76 e 77 minutos a hipótese de empatar, primeiro por Faneca que permite a Telmo defesa para o poste e depois foi Luís Ferreira que volta a acertar no ferro. Já na parte final o União de Tomar podia ter feito o golo da tranquilidade mas o resultado ficou-se pela margem mínima.

Vitória suada do União de Tomar, perante um Pego que vendeu cara a derrota, num jogo em que o trabalho do trio de arbitragem sofreu alguma contestação por parte dos homens da casa, em especial no aspeto disciplinar e no lance do passível penalti, onde Joca tem entrada muito impetuosa sobre um adversário. No entanto, globalmente o trabalho é considerado positivo.

Ficha do jogo

Campo de jogos do Pego

Árbitro: Samuel Dionísio

Árbitros Assistentes: Bernardo Fonseca e Diogo Pereira

Trio de arbitragem. Foto Emanuel Coxinho
Trio de arbitragem. Foto Emanuel Coxinho

CP Pego

Daniel, David, Basilio, Pedro Almeida, Igor, Tiago Marchante (Gustavo), João Bioucas, Tiago, Luís Ferreira, Danilo (Faneca) e Fábio Santos

Suplentes: Norberto, Calhamaço, Faneca, Zé Tomé e João Ruivo e Gustavo

Treinador: Wilson Leite

Onze inicial da Casa do Povo do Pego. Foto Emanuel Coxinho
Onze inicial da Casa do Povo do Pego. Foto Emanuel Coxinho

União FCI Tomar

Telmo, David Vieira, Fábio Vieira, Filipe, André Silva (Diogo Moreira), Espadinha (Hugo), Telmo Ferrreira (Nuno Rodrigues), Tiago Alfieri, Tiago Vieira (Rui Pedro), Vitor Félix (Miguel Arcângelo) e Joca

Suplentes: João Pedro, Diogo Moreira, Rui Pedro, Miguel Arcângelo, Nuno Rodrigues, Lucas e Hugo

Treinador: Lino Freitas

Onze inicial do União de Tomar. Foto Emanuel Coxinho
Onze inicial do União de Tomar. Foto Emanuel Coxinho

Cartão amarelo: Basílio (37’), Danilo (55′), Igor (58′) e Tiago (90’+2)

Marcadores: Diogo Moreira (61′)

A opinião dos treinadores:

Wilson Leite (Pego)

Lino Freitas (União de Tomar)

 

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).