Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | TSU organiza Torneio de Homenagem a Rui Duarte Ferreira

Este domingo, dia 23 de setembro, em Tramagal, decorre aquele que será o primeiro torneio de homenagem ao Eng. Rui Duarte Ferreira, ex-jogador, dirigente e presidente do TSU falecido em 2017, e onde participarão as equipas seniores do Tramagal Sport União (TSU), União de Tomar B, e dos juniores do CADE, do Entroncamento.

- Publicidade -

O primeiro jogo tem início pelas 15h30, com o TSU a defrontar os juniores do CADE. Às 17h00 está agendado o jogo entre as equipas de juniores do CADE e do União de Tomar B, enquanto que o último jogo será às 18h30, entre o Tramagal e o União de Tomar B.

A equipa orientada por Rui Horta, tem o seu primeiro jogo oficial para a Taça do Ribatejo, inicialmente marcado para dia 30 de setembro, mas com a participação da União de Tomar na Taça de Portugal, a data do jogo sofrerá alteração. O primeiro encontro para o campeonato, será no dia 7 de outubro, onde a equipa se desloca ao terreno do Riachense.

- Publicidade -

Rui Duarte Ferreira liderou a Metalúrgica do Tramagal na década de 60. Foto: Patrícia Fonseca

Ex-jogador e dirigente do clube da borboleta, o engenheiro Rui de Magalhães Duarte Ferreira, morreu no dia 10 de agosto de 2017 na sequência de uma pneumonia.

Nascido no Tramagal a 2 de dezembro de 1930, era filho de Maria de Magalhães Basto e Manuel Cordeiro Duarte Ferreira, e neto de Eduardo Duarte Ferreira, fundador da Metalúrgica da borboleta. Foi o primeiro elemento da terceira geração a assumir a gestão da empresa, onde entrou em 1958. Nos anos 60, conseguiu firmar uma parceria com a marca francesa Berliet, iniciando a construção dos milhares de camiões militares que vieram a fazer história na Guerra Colonial.

Rui Duarte Ferreira esteve ainda presente no 94º aniversário do seu TSU, em maio de 2016. Foto: Mário Rui Fonseca

A sua outra grande paixão era o futebol. Aos 16 anos surgiu a possibilidade de jogar a nível profissional, quando foi convidado pelo Sporting. No Tramagal, nas férias de verão, ajudou a criar um grupo desportivo com equipas de estudantes e escriturários, que jogavam uns contra os outros. Mais tarde, já formado no Instituto Superior Técnico em Engenharia Mecânica, haveria de dedicar-se intensamente ao Tramagal Sport União, contratando alguns dos melhores jogadores do país para vestirem a camisola da borboleta.

O clube chegaria, pela sua mão, a disputar a subida à 1ª Divisão nos gloriosos anos 50 e 60. Está sepultado no cemitério de Tramagal, tendo o popular clube da vila metalúrgica decidido promover este torneio em sua memória.

Estudante na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, no curso de
Comunicação Social, na vertente de jornalismo. O gosto pelo desporto, mais precisamente pelo desporto rei, está comigo desde muito cedo. Atleta federado desde os oito anos, a minha ambição é tornar-me profissional na área do jornalismo desportivo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome