Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | TSU de raça e coração perde com Tomar B mais cerebral (C/FOTOS e AUDIO)

Tramagal Sport União 0 União de Tomar B 1

- Publicidade -

Campo de Jogos Comendador Eduardo Duarte Ferreira, em Tramagal

Campeonato Distrital da 2ª divisão AF Santarém – 9ª jornada

- Publicidade -

Domingo, dia 09 dezembro 2018, 15:00 – Cerca de 100 espectadores

Equipas perfiladas no campo de jogos Comendador Eduardo Duarte Ferreira. Foto: mediotejo.net

O União de Tomar B foi vencer ao campo de jogos do Tramagal por 0-1 e chegou ao 3º lugar da tabela classificativa da série A da 2ª divisão distrital. Com muitas lesões e jogadores indisponíveis, o treinador Rui Horta construiu uma equipa que lutou muito para tentar alcançar um resultado positivo, mas jogou, muitas vezes, mais com o coração do que com a cabeça, revelando alguma intranquilidade, apesar da boa prestação global dos seus jogadores, alguns deles ainda do escalão de juniores. A vitória do União de Tomar B é justa pelo trabalho desenvolvido e oportunidades criadas. A equipa de arbitragem primou sempre por uma postura pedagógica e de diálogo com os jogadores, e mostrou cartões quando não lhe restava outra opção. Trabalho positivo.

Os capitães de Tramagal (Singéis) e do União de Tomar B (Daniel Bento) com a equipa de arbitragem chefiada por João Duarte e coadjuvado por Inês Henriques e Tiago Graça. Foto: mediotejo.net

Depois de uma semana em que os jogadores pouco tempo tiveram para trabalhar o jogo deste domingo, por motivos que se prenderam com a saída e depois reentrada do treinador, Rui Horta tinha uma equação difícil de resolver perante um União de Tomar B a ocupar um tranquilo 4º lugar na tabela. A equipa visitante respirava saúde e tranquilidade para o jogo deste domingo. O TSU, por sua vez, a braços com muitos jogadores nucleares castigados, lesionados e/ou indisponíveis por motivos laborais, teve de se socorrer de alguns jogadores juniores para compor o plantel.

O Tramagal acabou por entrar bem no jogo e teve a iniciativa de comando nos primeiros 10 minutos, embora sem criar ocasiões flagrantes de golo. Os tomarenses equilibraram a contenda e começaram a acercar-se da baliza de João Félix, com rápidas incursões pelas alas e dividindo as jogadas de ataque. A melhor ocasião de golo surgiria à passagem dos 26 minutos por intermédio de Alvega, jogador do União de Tomar B que acabaria por se tornar o homem do jogo. Isolado perante João Félix, rematou ao lado da baliza, muito graças à pressão exercida por um defesa do TSU.

TSU lutou muito mas não conseguiu marcar ao União de Tomar B. Foto: mediotejo.net

Aos 28 minutos é o Tramagal quem dispõe de uma boa oportunidade através de um livre à entrada da área, mas o centro remate de Variado sai para as mãos do guarda-redes e para uma intervenção segura de Brito, junto ao relvado.

No primeiro tempo, com o jogo repartido e disputado taco a taco sem casos para intervenção disciplinar, é o União de Tomar quem dispõe de mais uma boa oportunidade para abrir o marcador. Um centro do flanco direito com conta, peso, e medida apanha Pedro Boto no coração da área tramagalense mas o remate sai um pouco por cima da barra de João Félix.

Seria com o resultado em branco que o árbitro da partida mandaria toda a gente para o descanso. Primeira parte de bom nível, e em que João Duarte privilegiou o diálogo e até alguma pedagogia para com os jogadores, não tendo necessidade de atuar disciplinarmente.

Jogo de muita luta e querer no Comendador. Foto: medotejo.net

A segunda parte foi diferente. O União de Tomar mexeu no xadrez e operou duas substituições, fazendo entrar Ricardo Lopez e Junior para os lugares de Juan e Pedro Boto. No TSU saiu Pedro Brás para entrar Tonicha, para o lado direito do ataque. As duas equipas queriam ganhar o jogo com os argumentos disponíveis, e a momento do jogo acaba por ficar registado à passagem dos 52 minutos, com o golo do União de Tomar B e nada haveria de ser igual a partir daí.

Num lance em que o Tramagal dispõe de um livre perto da área adversária, uma precipitação e perca de bola permite o contra golpe dos tomarenses pelo flanco direito, numa descida veloz conduzida por Alvega. À entrada do bico da grande área azul, o avançado simula e senta o defesa que tinha pela frente e remata com o pé esquerdo ao ângulo da baliza à guarda de João Félix. Um grande golo de Alvega, avançado que fez a cabeça em água a Variado, defesa do TSU que lutou e correu muito ao longo do desafio.

Segunda metade do jogo foi mais quezilenta a obrigou à amostragem de cartolinas amarelas. Foto: mediotejo,net

Ao minuto 52 juntou-se o minuto 53 como de prejuízo para a equipa da casa. André Miguel lesiona-se e cede o lugar a Garcia, jogador junior do TSU e que teve uma boa prestação. Nos 15 minutos que se seguiram, os jogadores não deram descanso ao árbitro que teve de mostrar a cartolina amarela a Variado, a Ricardo Lopez, a Pisco e a Alex, sempre por entradas duras e à margem das leis.

O jogo tornou-se quezilento, e só viria a acalmar a partir dos 70 minutos. O Tramagal corria atrás do prejuízo e Rui Horta ainda trocou Singéis por Dani, em busca de um resultado positivo, mas sem criar lances de golo feito, ao passo que o União de Tomar B foi gerindo o jogo e criando também as suas oportunidades.

Variado foi um dos jogadores do TSU que mais lutou por um resultado positivo. Foto: mediotejo.net

O Tramagal correu e lutou muito, muitas vezes mais com o coração do que com a cabeça, mas não conseguiu obter um resultado positivo. Os jogadores saíram de cabeça erguida e sob os aplausos dos seus adeptos. A vitória assenta bem ao União de Tomar B que, com este resultado, chega ao 3º lugar da tabela classificativa. Arbitragem de bom nível.

Apesar da derrota, os jogadores do TSU saíram debaixo dos aplausos dos seus adeptos. Foto: mediotejo.net

FICHA DE JOGO:

Árbitro: João Duarte, auxiliado por Inês Henriques (bancada) e Tiago Graça (peão).

Tramagal Sport União:

João Félix, André Miguel, Daniel Jesus, Alfaro, Variado, Lente, Freitas, Maia, Pedro Brás, Pisco, Singéis (cap).

Suplentes: Serafim, Tonicha, Valente, Monteirinho, Tiago Damas, Garcia.

Treinador: Rui Horta.

Equipa titular do TSU. Foto: mediotejo.net

União de Tomar:

Brito, Mesquita, Alex, Juan, Pedro Carvalho, Daniel Bento (cap), Saldanha, Flávio, Alvega, Natividade, Pedro Boto.

Suplentes: Mahal, Vasco, Ricardo Lopez, Miguel Abreu, Junior, Félix.

Treinador: Rui Pinto, Ricardo e Adriano (o técnico principal Vitor Pereira está a recuperar de intervenção cirúrgica e não se sentou no banco).

Equipa do União de Tomar B. Foto: mediotejo.net

No final do jogo ouvimos a opinião dos dois treinadores:

Rui Horta, treinador do TSU. Foto: mediotejo.net

Rui Pinto, treinador-adjunto do União de Tomar B. Foto: mediotejo.net

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome