Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

Futebol | Tramagal empata em Rio Maior e segue invicto no primeiro lugar (C/fotos e audio)

RIO MAIOR SPORT CLUBE 1 – TRAMAGAL SPORT UNIÃO 1
Campeonato Distrital AFS- 2ªDivisão- Série A
Complexo Desportivo
Rio Maior
04-01-2018

- Publicidade -

Adeptos azuis deram colorido à festa.

O bonito Estádio Municipal de Rio Maior, batido por vento gelado, apresentava-se pintado de azul e branco, as cores da
equipa que viajou de Tramagal. A dinâmica de vitória arrasta uma multidão a apoiar a equipa que se mantém invicta no
campeonato. Os cânticos de apoio, durante toda a partida, deram um colorido bonito a um grande espetáculo de futebol, ou não estivéssemos na presença dos dois primeiros nesta série A.

- Publicidade -

Entrou melhor a equipa da casa com os azuis a apresentarem algum nervosismo que os impedia de responder da melhor forma ao maior caudal ofensivo do Rio Maior. Foi sem surpresa que aos nove minutos André Sousa, descaido pala direita, desenvencilhou-se do marcador direto e rematou cruzado batendo Chico Ferreira e colocando a sua equipa na liderança.

André Sousa foi o marcador do golo da sua equipa e falhou penalti.

O sinal mais era mesmo dos verdes e aos 12 e 13 minutos têm dois excelentes remates. Valeu a atenção de Chico Ferreira.
Aos 17 minutos Singéis, em tarefas defensivas, terá tocado de forma ilícita um atacante da equipa da casa e o árbitro
apontou o castigo máximo.

Da marca dos onze metros, André Sousa rematou para a direita de Chico Ferreira, este adivinhou o lance mas a bola saiu
junto ao poste.

No penalti Chico Ferreira adivinhou mas a bola saiu ao lado.

O Rio Maior perdia aqui uma grande oportunidade de ampliar o “score”. E perdeu também o ascendente que vinha apresentando. O Tramagal começou a equilibrar a contenda e a aparecer mais vezes perto da baliza de Saná.

Ainda assim, Gonçalo Martins podia ter ampliado a vantagem mas falhou a emenda, ao segundo poste, a um excelente cruzamento
da esquerda. A partir daqui a tendência do jogo sofreu uma inversão e o Tramagal passou a dispor de algumas oportunidades para marcar.

Aos 24 minutos, numa jogada de insistência, vários jogadores alvejaram a baliza de Saná sem que a defesa riomaiorense
afastasse a bola. A jogada haveria de se perder com o esférico a sair pela linha de fundo.

Dois minutos passados e foi a vez de David Nunes ensaiar forte remate do meio da rua. Valeu a atenção e qualidade do guarda
redes Saná. Na recarga Singéis introduziu a bola na baliza mas estaria em posição irregular.

As contantes investidas da equipa “metalúrgica” haveriam de dar fruto quando aos 33 minutos David Nunes, à entrada da área,
num remate de ressaca, fez abanar as redes da baliza à guarda de Saná, repondo assim a igualdade.

Excelente jogo na Cidade do Desporto.

Equílibrio no marcador e no jogo. Passou-se a jogar em ambos os meio campos com poucas oportunidades para golo.
Registo para um livre muito bem batido pelo Rio Maior, aos 38 minutos, que obrigou a corte de cabeça de David Nunes com a
bola a rondar a sua baliza. Arrepiante para a equipa visitante e seus adeptos. O intervalo chegou com uma sensação de justiça no marcador e a satisfação pelo bom futebol a que se assistia.

Festa do golo do Tramagal Sport União.

No recomeço Rui Horta, treinador do Tramagal, deixou João Ferreira no balneário e permitiu a estreia de Rui Costa na equipa
azul. A equipa que lidera o campeonato surgiu transfigurada para melhor.

E logo aos 52 minutos, na sequência duma reposição lateral, Singéis em rotação na área deixou-se desarmar, gorando-se uma
oportunidade soberana para marcar.

Na resposta, volvidos dois minutos, foi a vez de Gonçalo Martins obrigar Chico Ferreira a defesa apertada, para canto. Aos 55 minutos o Tramagal partiu rápido para o contra ataque e Singéis, sem ângulo para rematar, assistiu Pisco que, isolado e com a baliza à mercê, não teve discernimento e rematou ao lado.

Pisco rematou ao lado.

Era a melhor fase do Tramagal e Diogo Marçal, aos 61 minutos, depois de se isolar rematou por cima. Aos 65 minutos os visitantes reclamaram grande penalidade mas o árbitro assinalou fora de jogo.

À passagem da meia hora da segunda parte David Nunes assistiu Singéis que chegou um pouco atrasado e o lance perdeu-se.
No minuto seguinte o mesmo David Nunes, de livre direto, aqueceu as luvas de Saná com um bom remate.

O Rio Maior limitava-se a defender e tentava ensaiar o contra ataque.Num canto, aos 79 minutos, obrigou a defesa tramagalense a trabalho esforçado. Na resposta Pisco rematou, já dentro da grande área, descaído pela direita, mas ao lado.

Em cima do tempo regulamentar David Nunes ganhou uma segunda bola, vinda da defensiva contrária a rechaçar um canto e
voltou a contar com a oposição de Saná.

Saná teve intervenções de mérito, especialmente na segunda parte.

Já nos descontos, num livre frontal, Singéis obrigou Saná a nova defesa, para a frente e no remate de ressaca Bruno Morais
enviou a bola ao travessão. No último lance do desafio David Nunes bateu um livre diretamente para Saná e o jogo acabou logo de seguida. Grande jogo de futebol. Resultado justo.

Muito trabalho para a defesa tramagalense no início do jogo.

Uma palavra de gratidão aos adeptos que viajaram de Tramagal. Além dos cânticos de incentivo durante todo o jogo, no final
aplaudiram os jogadores de ambas as equipas num ambiente saudável de festa. O futebol agradece…
A equipa de Diogo Martinho, com erros de pouca monta, pautou-se pela discrição. Esteve ao nível do jogo.
Poupou o segundo amarelo a Dimas mas considera-se positiva.

Singéis, em manobra defensiva, terá tocado o atacante da casa.

FICHA DE JOGO

RIO MAIOR SPORT CLUBE:
Saná, Miguel Fialho, Tomás Arede (Jorge), João Alves, André Sousa, Gonçalo Martins (Barbosa), Alexandre Bento, João Pedro, Henrique Graça, Gui (Meneses) e Dimas.
Suplentes não utilizados: Giroto, Fábio Gomes, Vaz e Jorge Pinto.
Treinador: Tiago Pedro.

Rio Maior Sport Clube.

TRAMAGAL SPORT UNIÃO:
Chico Ferreira, Rui Matos, Rui Oliveira, Condeixa, Tonicha, Bruno Morais, Diogo Marçal (Alex), David Nunes, João Ferreira (Rui Costa), Singéis e Pisco.
Suplentes não utilizados: Jaime, Artur, André Costa, Barata e Bruno Barata.
Treinador: Rui Horta.

Tramagal Sport União.

GOLOS:
André Sousa (R.Maior) e David Nunes (Tramagal)

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Diogo Martinho, João Faria e Tiago Martinho.

Equipa de arbitragem: Diogo Martinho, João Faria e Tiago Martinho com os capitães.

No final auscultamos os treinadores de ambas as equipas:

Tiago Pedro-Treinador do Rio Maior.

Rui Horta-Treinador do TSU.

*Com David Pereira (fotos).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).