Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol: Torres Novas vence o dérbi eterno do futebol distrital (com áudio)

31 de janeiro de 2016, 15 horas, Torres Novas

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da Associação de Futebol de Santarém

Clube Desportivo de Torres Novas 2 – União Futebol Comércio e Indústria de Tomar 1

- Publicidade -

Crónica por José Santos

Partida decidida nos pormenores, sendo as bolas paradas fator de peso no desfecho final, perante uma plateia de cerca de centena e meia de espetadores.

O Torres Novas começou melhor e ao minuto 13 adiantou-se no marcador, num livre sobre o semi-circulo à entrada da grande área tomarense, com Pereira a bater de forma superior, a colocar os torrejanos em vantagem. Minutos após uma substituição forçada operada por Lino Freitas, Diogo Moreira lesionado deu lugar a Pélé, os verde-amarelos rondaram novamente o golo com Sudesh a aparecer na área visitante e de cabeça a colocar em sentido Fábio. Ao minuto 34, Pereira, em livre tirado a papel químico do que deu o primeiro golo, voltou a marcar. Embora tenha batido para o lado contrário, relativamente ao que fez no primeiro golo, o que é certo é que foi mais um gesto técnico magistral do jogador do Torres Novas. Reage muito bem o União de Tomar, que precisou apenas de 5 minutos para reduzir a desvantagem, quando Nuno Rodrigues, após um pontapé de canto, empurra para o fundo das redes de David Barreiros. Ao intervalo vitória do Torres Novas por 2-1, em 45 minutos que as equipas revelaram uma grande eficácia, concretizando as poucas oportunidades que dispuseram.

12604873_1102824966415459_6472670376803629759_o
Momento em que Nuno Rodrigues empurra para o fundo da baliza torrejana. Foto João Pereira Fidalgo

No segundo tempo, os rubro-negros vieram com vontade de procurar pelo menos o empate, estiveram por cima no jogo e viram Dylan Vieira, que tinha entrado à um minuto, atirar ao poste e na recarga David Barreiros a corresponder com grande defesa. Eram decorridos 69 minutos e gorava-se a grande oportunidade nabantina em chegar ao golo. Com tudo isto o Torres Novas para evitar surpresas desagradáveis ia gerindo o jogo e o resultado, com o União de Tomar a insistir para chegar ao golo. Aproveitando o tudo por tudo nabantino em que aparecia com muita gente no ataque, os torrejanos num contra-ataque dispuseram de grande oportunidade para matar a partida, quando  Nelson Ramos aparece isolado na cara de Fábio, com este a ter uma intervenção de grande nível. Quem não marca, arrisca-se a sofre e isso ia acontecendo, quando nos momentos finais, Pélé, só com David Barreiros pela frente, desastrado rematou à figura do guardião, perdendo o empate no último lance do desafio.

Vitória dos torrejanos que se aceita, embora o empate, a acontecer, também se aceitaria, mas fica o prémio para quem foi mais eficaz.

Jorge Maia e seus pares, fez um trabalho tranquilo e aceitável, numa tarde em que mostrou por três vezes o amarelo, mas diga-se que os jogadores também facilitaram em muito o trabalho do árbitro.

Nata final para os muitos Vieiras em campo, eram seis, todos primos e jogaram três de cada lado.

12622326_1102824766415479_8659378473892293250_o
Clã de Vieiras em campo, repartidos pelos dois lados. Foto João Pereira Fidalgo.

Ficha do jogo

Estádio Municipal Dr. Alves Vieira

Árbitros: Jorge Maia, Manuel João e César Soares

12594010_1102824336415522_4800010860735208522_o
Trio de arbitragem fez um trabalho bastante aceitável em Torres Novas. Foto João Pereira FIdalgo.

CD Torres Novas

David Barreiros, João Ferreira, André Vieira, Tiago Vieira (Leandro), Ayrton, Nelson Ramos (Messi), Ricardo Major, Cláudio Major, Sudesh Pedro Pereira e João Bruno (Micael)

Suplentes: Amaral, Messi, Joel, Fábio Timor, Micael, Edu e Leandro

Treinador: Pedro Monserrate

UFCI Tomar

Fábio, Rui Cunha (Litos), Fábio Vieira, Nuno Rodrigues, Filipe (Dylan), Luís Pedro, David Vieira, Vinicius, Diogo Moreira (Pélé), Tiago Vieira e Tiago

Suplentes: Brito, Queijinho, Litos, Dylan Vieira, Pélé, Hugo e Telmo

Treinador: Lino Freitas

Marcadores: Pereira(2) ; Nuno Rodrigues

A opinião dos treinadores:

Pedro Monserrate (Torres Novas)

Pedro Monserrate

 

Lino Freitas (União de Tomar)

Lino Freitas

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome