- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021
- Publicidade -

Futebol | Tomar vence Torres Novas (3-0) e sobe ao 3º lugar da tabela

U. Tomar – 3 C. D. Torres Novas -0

- Publicidade -

Árbitro,  Nuno Martins, Assistentes, Tiago Graça e João Veríssimo

Num dos jogos da jornada entre históricos do distrito, os da casa  recebiam um surpreendente Torres Novas que, desde o início do  campeonato, tem andado nos lugares cimeiros da classificação,  enquanto o União de Tomar procura lá chegar. Por isso antevia-se um  jogo equilibrado e difícil para qualquer das equipas.

- Publicidade -

O União de  Tomar respondeu bem ao atrevimento inicial dos torrejanos, que  começaram logo por criar algum perigo no primeiro minuto, ganhando um  pontapé de canto. Na resposta o União de Tomar também criou perigo  junto da baliza do Torres Novas, que se viu obrigado a ceder um canto  do qual viria a surgir o primeiro golo do União de Tomar marcado por Wemerson, através de uma grande penalidade.

Este golo foi o mote para uma primeira parte disputada em grande  ritmo, com o Torres Novas a dar boa réplica, mas apresentando algumas  lacunas defensivas que os jogadores do União de Tomar aproveitaram  para desequilibrar a partida a seu favor. Apesar de alguns problemas criados, a defensiva do União de Tomar acabava sempre por  conseguir resolver com menor ou maior dificuldade e depois saía muito bem em contra ataque.

Não foi assim que aconteceu com o segundo golo, no  entanto, não deixou de ser um brinde da defensiva torrejana, bem  aproveitado pelos nabantinos que viram mais uma vez o seu experiente  capitão, Nuno Rodrigues, marcar um golo neste campeonato.

O segundo golo descansou mais a equipa do União, mas não tirou o Torres  Novas do jogo que até ao intervalo tentou marcar para não levar uma  desvantagem tão grande no fim do primeiro tempo.

O Torres Novas  não marcou e quando tudo fazia crer que o resultado estava feito ao intervalo, enganou-se, pois uma boa jogada do União de Tomar entre Wemerson e Chrystian Pedroso, permitiu que o primeiro oferecesse o golo ao segundo e ficaram, agora sim, fechadas as contas ao  intervalo.

A segunda parte foi mais fraca, em jogo jogado e em oportunidades de  golo. O Torres Novas tentava, mas não conseguia ultrapassar a  defensiva do União, nem de bola parada conseguiu chegar ao golo,  porque os jogadores do União de Tomar, sempre equilibrados, nunca  deixaram o adversário entrar na discussão do resultado.

Com o  desenrolar do jogo, a meio da segunda metade, as equipas estavam  encaixadas e perceberam que o vencedor estava encontrado. A arbitragem de Nuno Martins e seus assistentes esteve em bom plano,  não complicaram e isso foi fundamental para uma boa actuação.

União de Tomar : Fábio Silva, David Vieira, Fábio Vieira, Filipe Cotovio, Rui Silva,  Nuno Rodrigues (Cap), Luís Pedro(Telmo Ferreira), Araújo, Miguel  Arcangelo (Espadinha) Wemerson(Victor Félix), Chrystian Pedroso(Rui  Pedro),
Treinador: Lino Freitas
Suplentes Não Utilizados:  João Pedro, Diogo Gaspar, Douglas.

C.D. Torres Novas: Quaresma, Timor, Sudesh, André Vieira, Paz Miguel, Iúri, Dani,  Joel(André Pinto), Ricardo Major(Zé Brites), Micael, Ivan.
Treinador: Nando Costa
Suplentes Não Utilizados: Canais, Dias, Marco Carvalho.

Golos: 3min g.p. Wemerson, 23min Nuno Rodrigues, 45min Christian Pedroso.

*Texto de Jorge Duarte – Parceria Rádio Hertz e mediotejo.net

Irreverente, frontal e critico. Nasceu em Abrantes no melhor ano do
século passado: 1969, ano em que o Homem foi à Lua. Nos tempos de liceu queria ser jornalista, tendo optado por essa área, onde pela mão do Prof. Alcino Serras deu os primeiros passos na profissão, tendo começado mais a sério na Radio Antena Livre, no final da década de 80. Desde essa altura, o 'bichinho' ficou, tendo colaborado com várias rádios e jornais. Gosta de colecionar amigos e de se dar bem com toda a gente (mesmo sabendo que isso não é possível).

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome