Futebol: Rossiense vence Venda Nova em jogo emotivo e equilibrado

Rossio ao Sul do Tejo, 29 de outubro de 2016, 15 horas

PUB

Campeonato Distrital de Futebol de 11 da Inatel – Delegação de Santarém

Série G – 2ª Jornada

PUB

União Desportiva Rossiense 2 – Comissão de Desenvolvimento Cultural e Recreativo de Venda Nova 1

Crónica por Jorge Beirão

PUB

Campo Municipal nº3 de Abrantes, em Rossio ao Sul do Tejo, relvado sintético. Frente a frente, duas equipas com resultados diferentes na primeira jornada, vitória (Venda Nova) e derrota (Rossiense). Estava em jogo também o assegurar da “luta” pelo apuramento à fase seguinte, no sentido de se manter a classificação, por parte da equipa do concelho de Sardoal e recuperar os pontos necessários a manter-se nessa candidatura, a equipa do Rossiense.

Este jogo começou com um certo equilíbrio por parte dos dois conjuntos em termos de jogo jogado, ou seja, algumas cautelas defensivas e em termos atacantes aproveitar a velocidade dos seus dianteiros utilizando o futebol direto, em contra ataque rápido. Os guarda redes foram chamados, logo de início, a estar atentos e concentrados na defesa da sua baliza. Foi aos quinze minutos que surgiu o primeiro golo da partida em que Eduardo Dias avança no terreno, depois de uma tabela no meio campo e na zona frontal, quando se acercavam os centrais contrários, remata rasteiro de pé direito, surpreendendo o guarda redes Carlos Branco.

1o-golo-da-partida-por-intermedio-de-eduardo-dias
Eduardo Dias (nº4 de Venda Nova) aponta o primeiro do jogo

Vacilou um pouco a equipa do Rossio, mas rapidamente se recompôs, utilizando uma maior velocidade no passe e utilizando as alas. Assiste-se a uma fase de jogo de parada e resposta com perigo constante junto das balizas mas com Nelson Santos a ter mais trabalho. Cerca da meia hora de jogo, mais concretamente vinte e nove minutos, numa abertura para a ala esquerda do ataque do Rossiense, surge o centro a partir da linha de fundo e quando Nelson saiu anunciando a posse da bola, surge André Dias antecipando-se de cabeça ao guardião sardoalense, restabelecendo o empate.

golo-do-empate-por-andre-dias-de-cabeca
Golo do empate surgiu por André Dias

Diga-se que era o resultado mais certo para o que as duas equipas tinham apresentado até ao momento. Final da primeira parte com um empate no resultado (1 -1) e em termos disciplinares (nada a assinalar).

No segundo tempo assistiu-se ao Rossiense a acreditar que poderia conseguir algo de importante, concretamente a recuperação dos três pontos perdidos, pela margem mínima na primeira jornada na Bemposta, enquanto a equipa de Venda Nova tentava somar outros tantos pontos da vitória por seis a zero com a equipa de São Facundo.

Jogo portanto bastante interessante em termos ofensivos com as equipas a utilizar um jogo aberto sem grandes preocupações defensivas. Previa-se que a equipa que cometesse menos erros poderia alcançar a vitória, e foi o que aconteceu com a equipa anfitriã que vai beneficiar de uma grande penalidade desnecessária e correctamente assinalada. A concretização em golo surge por intermédio de Nuno Alegria, que não deu hipóteses a Nelson.

2o-golo-do-rossiense-de-penalti-por-nuno-alegria
Nuno Alegria bateu o penalti de forma superior e fez o golo da vitória rossiense

Eram decorridos sessenta e sete minutos de jogo. Sete após a obtenção do segundo por parte do Rossiense, seguiu-se a expulsão de Pedro Fernandes com vermelho direto. Teria sido por palavras dirigidas ao árbitro!? É que na sequência de uma falta cometida à entrada da área de Venda Nova, existe uma troca de palavras entre jogadores e árbitro, surgindo a expulsão, em que o jogador expulso não tinha sido admoestado antes.

Perante estes factos reuniram-se de repente todos os condimentos para que a equipa do concelho de Abrantes conseguisse a vitória e amealhar os pontos no sentido de manter a motivação dos seus atletas. Mas se em termos técnicos as coisas até estavam a preceito, porque, pese embora a equipa contrária não baixasse os braços, o certo é que nunca foi capaz de criar dificuldades suficientes para preocupar a equipa da casa.

grande-oportunidade-de-joao-oliveira-mas-o-defesa-estava-la
João Oliveira (nº21) podia ter marcado, mas neste remate permite a intervenção de um defesa

Mas, eis que surge um pormenor ou “pormaior”? Foi o aspeto disciplinar, Júlio Paixão exibiu um cartão amarelo e um vermelho direto a jogadores da Venda Nova e quatro amarelos a jogadores da União Desportiva Rossiense, três dos quais já em período de descontos. Ora neste Campeonato da INATEL de Santarém é um péssimo indicador, devido à disciplina ser importante para a classificação e apuramento nas fases seguintes. Ainda diremos que o árbitro até foi condescendente em alguns lances. Também, para a equipa de Sardoal. Em termos do trabalho da equipa de arbitragem esteve bem assim como os árbitros assistentes, apenas achamos que dez minutos de compensação foi exagerado, mas quem controla o tempo de jogo é o árbitro.

Ficha do jogo

Campo Municipal nº3 de Abrantes

Árbitro: Júlio Paixão

Árbitros Assistentes: Paulo Marques e Adelino Pratas

Entrada das equipas em campo com o trio de arbitragem na frente
Entrada das equipas em campo com o trio de arbitragem na frente

UD Rossiense

Carlos Branco, André Pinto, Ulisses Mateus, Hugo Rodrigues, Tiago Barão, Nuno Alegria, Tiago Garrido (Marco Mateus), Renato Mendes (Carlitos), André Romão (Filipe Belchior), Daniel Lérias (Jorgito) e André Dias (João Oliveira)

Suplentes: Filipe Silva, Dário Afaiate, Marco Mateus, Carlitos, Jorgito, Filipe Belchior e João Oliveira

Treinador: Élio Pais

UD Rossiense
UD Rossiense

CDCR Venda Nova

Nelson Santos, Bruno Gomes, Pedro Fernandes, Anderson Santos, Luís Marques (Fábio Almeida), Diogo Roldão, Eduardo Dias, Ricardo Dias, Diogo Marques (João Fernandes), Júlio Almeida (Nando) e Duarte Batista (Bijou)

Suplentes: Sérgio Salgueiro, Nando, Bijou, João Fernandes e Fábio Almeida

Treinador: Paulo Santos

CDCR Venda Nova
CDCR Venda Nova

Cartão amarelo: João Oliveira (74′), Jorgito (80’+3), Tiago Garrido ( 80’+4) e Filipe Belchior (80’+6) ; Diogo Roldão (47′)

Cartão vermelho: Pedro Fernandes (72′)

Marcadores: André Dias (29′) e Nuno Alegria (67′) ;  Eduardo Dias

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here